Tirinhas mostram como é a Vida de um Programador

O Vida de Programador é um blog feito graças às histórias engraçadas e curiosas do dia a dia dos programadores. Você pode nunca ter digitado uma linha de código se quer, mas vai se já trabalhou em agência ou produtora vai ver Andre Noel consegue retratar bem as situações e as gambiarras do cotidiano. Saca só.

Veja mais: www.vidadeprogramador.com.br

Distribua

Tirinha mostra como fazer boas críticas

O Lunarbaboon (em inglês) – tem histórias engraçadas em 3 cores, sempre tentando resumir o que é ser um pai na geração X, tentando ser “adulto” e responsável e ao mesmo tempo um modelo para as crianças.

como-fazer-boas-criticas

As ilustrações são feitas pelo artista, Chris Grady.

https://www.facebook.com/Lunarbaboon/

Distribua

De(ath)sign 24 – She Said, She Said


Distribua

Filho de Bob Marley cria HQ

O cantor Ziggy Marley (filho de Bob Marley) irá lançar uma história em quadrinhos sobre um super herói chamado, Marijuanaman. A obra será lançada oficialmente em abril de 2011, porém para os mais “fissurados” poderá ser vista na apresentação na feira de cultura pop Comic-Con, que acontece de 22 a 25 de julho na cidade de San Diego (EUA).

Continue lendo

Distribua

De(ath)sign 18 – Piorate


Distribua

De(ath)sign 17 – Anima A Dor

Distribua

DE(ATH)SIGN 16 – Besta Junina

Distribua

DE(ATH)SIGN 15 – pvta qvev pariv


Distribua

DE(ATH)SIGN 13 – Esfiha da Puta


Distribua

De(ath)sign 12 – Filho de La Bitch


Distribua

DE(ATH)SIGN 11 – Horrorteiro


Distribua

DE(ATH)SIGN 09 – APOCALYPSE LATER – PARTE 05 – APOCALYPSE NOW!!


Distribua

De(ath)sign 03 – Carnavápra puta que o pariu




He, comecei cedo a sair do assunto no DS, mas meu ódio pelo carnaval é lendário.  Estava de saco cheio na época e quando pensei no título, não resisti!

Distribua

De(ath)sign 01 – O começo

De(ath)sign 01 - O começo
O primeiro número do De(ath)sign, que a partir de hoje vou começar a postar aqui no Espaço! O DS surgiu seis anos atrás, numa madrugada de espera de material, graças a uma velha tablet Wacom que caiu na minha mão, e à influência de dois camaradas que tinham começado a postar quadrinhos curtos no fotolog. Inspirado por eles e pela eterna perdição infernal dos clientes da profissão, fiz essa porcaria aqui. Ah sim, e como em seis anos, só sairam 100 números, dá pra ver que eu sou bem preguiçoso, hahaha!

Distribua