“Quer pagar quanto?”

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Cópia é um assunto que gera intrigas no planeta fashion, aliás, nenhum criador está livre delas. Péssimo? Nem sempre.

Quando uma peça é copiada, a certeza é de que tem sido um sucesso e é desejada por um grande público, no entanto, a maioria deles não tem acesso a preços altíssimos, o resultado? Aquisição das cópias, que são mais acessíveis e de qualidade bem inferior.

O que vem acontecendo é que alguns designers norte-americanos, como Diane Von Furstenberg e Stuart Weitzman decidiram patentear suas criações e registrar seus direitos autorais para que no caso de pirataria, o responsável pague pelo crime.

Von Furstenberg, por exemplo, entrou com um processo contra a Target, devido à cópia de uma estampa que já havia registrado, depois disso, a rede teve que parar de vender as peças.
Weitzman, que está no meio de um processo contra a JCPenney por cópia de algumas fivelas e ornamentos de sapatos criados pelo designer, provavelmente ganhe o caso também, já que os acessórios foram patenteados em 2007.

O objetivo agora, que ganha o apoio do CFDA (Conselho de Estilistas norte-americano), é de evitar ter que mover processos peça por peça, assim, o projeto de lei é de “Proibição de Pirataria de Figurinos”, que cobriria toda a criação de determinado designer por até três anos, havendo multas de US$ 5 por cópia ou até 250 mil pelo plágio completo.

A nova “cópia” sensação foi feita pela Topshop, e é a de um modelo de um dos últimos desfiles da Balenciaga, um conjunto floral com estrutura de armadura. Confira!

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Distribua

3 comentários