Viva o artesanato acreano!

O artesanato acreano tem sua base na grande biodiversidade das florestas locais – revelada na utilização das matérias-primas naturais, como as sementes, madeiras, fibras, raízes e cocos – e na cultura material e imaterial do povo acreano. A origem do artesanato, no Acre, vem dos povos indígenas, através dos objetos de uso doméstico, festivo e religioso: o jamaxi, o remo, o cesto, o cachimbo e a canoa são alguns desses objetos que marcaram a história do artesanato e fazem parte da cultura do estado.

Ao longo das últimas décadas, o artesanato no Acre passou por diversas fases, desde a desvalorização dos valores culturais locais, da história – marcada por preconceito social em relação à sua origem – passando por tentativas de valorização, com ações de política pública compensatória, até os anos mais recentes, onde houve uma grande valorização da floresta, da história, dos povos indígenas, das raízes, dos heróis do estado e conseqüentemente do artesanato.

Leia a matéria completa de Glaucinei Rodrigues Corrêa no Página 20

Distribua