Banksy DESMASCARADO?!!

Banksy, o artista vivo mais conhecido pelo mundo teve sua identidade descoberta. Considerado vândalo para algumas pessoas pelo  grafitti e gênio por outras por suas obras de “guerrilha’. A verdade é que suas obras gerarão muito buzz na
rede e também muito dinheiro. Mas quem é BANKSY?

Ele é fó-da!!!! Nem mesmo seu agente diz ter certeza sobre sua identidade, porém o Daily Mail fez uma enorme publicação onde conta sobre a busca exaustivas para descobrir que ele foi um estudante de classe média de uma escola cara. Será
verdade?

banksy_robert gunningham



Segundo seu filme, the through the gift shop:  Banksy é um grande artista com obras em Los Angeles, San Francisco e Toronto que valem milhões, uma abertura dos Simpsons exclusiva e suas obras tem compradores de respeito: Brad Pitt, Angelina Jolie, Christina Aguilera… Sua identidade sempre foi guardada com muito
sigilo por alguns amigos e a cada tempo que passa seu nome ainda indizível, fica mais valorizado.  Entre a galera que busca seu nome há grandes mitos:

  • Ele é Robin Banks, ex-açogueiro e seus país não sabem o que ele realmente faz…
  • Banksy na verdade é um coletivo de artistas!

 

A curiosidade do mundo sobre quem ele realmente é tão gigante que quando ele jogou uma pizza em Los Angeles a caixa ressurgiu no eBay com o vendedor falando que quem comprasse poderia fazer uma busca de DNA nas anchovas e encontrar o verdadeiro Banksy. Loucura? veja a imagem abaixo!

 

 

A história começou quando o Daily Mail teve acesso a foto do post, tirada na Jamaica a quatro anos atrás. Na época ele foi perguntado se realmente era ele, no entanto ele e seus amigos negaram fortemente… Enquanto Banksy fazia mais sucesso, nas entre-linhas o diário britânico vinha traçando seu rastro e buscando sua rede de amigos, até que chegaram a um nome, Robin Gunningham  e posteriormente fizeram um ótimo trabalho investigativo buscando informações da fámilia, escola, ficantes e por fim revelando sua identidade completa rica de detalhes.

Familia

O pai de Robin (Banksy) é Peter Gordon Gunningham tem 66 anos e é gerente de contratos de aposedantados em Bristol, sua mãe Pamela Ann Dawkin-Jones de 67 anos era secretária de um diretor uma empresa em Clifton, ela agora trabalha numa casa de repouso. Os dois se casaram em 25 de abril de 1970, na igreja Metodista, Kingswood Wesley. Em 08 de fevereiro de 1972 nasceu Sarah (irmã de Banksy) na maternidade de Bristol Hospital, na época seu pai tinha sido promovido a gerente de uma empresa hoteleira e a família
tinha comprado sua primeira casa.

Nasce Robin…
em 28 de Julho de 1973,  nasce Robin Gunningham no mesmo hospital e de acordo com os vizinhos ele teve uma cirurgia precoce na infância.

Passou-se alguns anos, quando Banksy tinha seus nove anos, sua família se mudou para uma casa maior. Nos anos de sua formação ele passou a se interessar por graffiti e estudou 4 anos na Bristol School, com custos de £9.240 por ano. Muitos de seus ex-colegas em entrevistas ao Daily Mail lembram que ele era um gênio nas ilustrações quando estudou na Deans House e afirmam que não seria surpresa se ele fosse Banksy.

Robin Gunningham em 1989 na Bristol Cathedral School. Robin Gunningham em 1989 na Bristol Cathedral School.

O interesse de de Robin por ser artista de graffiti gerou um desentendimento familiar muito grande e provavelmente pode ter contribuido para a separação dos seus pais, com aquela velha briga familiar, onde os pais querem decidir a carreira do filho. Fato marcante é que, depois que Banksy saiu de casa a primeira vez em 1983 com o grupo Rock Steady Crew em um tour pela europa com mais graffiteiros, passou a ser grande inspiração para Massive Attack 3D e Nick Walker.

Depois Banksy nunca mais voltou a sua casa, deixou a escola aos 16 anos e começou a meter-se na arte de rua (street art), que estava bem heavy nesse período, com a prisão de 72 grafitteiros em toda a Inglaterra. Incluindo o famoso designer da SEGA, Tom Bingle (aka Inkie).

O Daily também conversou com seu pai – que negou fortemente que seu filho seja Banksy e sua mãe que disse não ter FILHO, só uma FILHA… foi perguntada sobre Robin, ficou surpresa e não respondeu nada…

A verdade é que nem mesmo o Daily Mail sabe se afirmar com a certeza se ele o nome de Banksy é Robin Gunningham, já que essa pode ser uma pista falsa criada pelo próprio graffiteiro. Toda a matéria foi feita com base em perguntas a amigos, familiares, e comparando as entrevistas feitas com Banksy nas demais revistas e internet onde batem dados como lugar onde viveu quando jovem, onde ele começou, e para onde ele foi.

Você pode até saber quem ele é, mas não é capaz de imaginar o que ele ainda pode fazer!

Já que ninguém sabe quem é o Bansky, você pode ser ele também!

Outra teoria boa que nós encontramos: É com base na montagem com a foto do Bansky na Jamaica (à esquerda) e misturada com o Thierry Guetta (Mr. Brainwash) à partir de uma foto tirada na abertura da exposição de Los Angeles. Dá pra notar bastante semelhança na estrutura facial, nariz, cabelo característico. Muito óbvio, mas talvez…

bansky-thierry

Matéria original (em inglês) por Daily Mail.
Reportagem adicional e imagens: Simon Trump, Ewan Fletcher, Adam Luck, Jason Buckner e Craig Hibbert. e capa por Jon Le-Bon na Shutterstock.com.

 

E você? Acha que agora descobriu quem é Banksy ou ainda desconhecemos? Deixe sua opnião!

 

 

Distribua

Arte na Faixa


Quem está em Curitiba (Paraná) pode conferir a iniciativa da Prefeitura, que chamou 20 artistas para fazer uma intervenção em faixas de pedestres, com um único objectivo. chamar a atenção para que as pessoas usem a faixa de pedestre. (vide video acima).

Há material no flickr e também no todos os detalhes sobre os artistas e as criações no www.artenafaixa.com.br

Distribua

Banksy cria abertura dos Simpsons


Esse final de semana, Os Simpsons teve uma repercussão enorme causada pela nova abertura, criada por Banksy. Que mostra um lado sombrio de Springfield… coberta de pichações e com trabalhadores asiáticos em péssimas condições de trabalho e animais mortos e explorados para produzir toda a linha de merchandising da série.

Foi a primeira vez onde um artista fora da equipe Matt Groening, fez toda a abertura, incluindo a “piadinha do sofá”.

Distribua

Graffitti Animado

Já tinha visto stop motion feitos a partir de graffiti, agora o INSA fez um .GIF animado iradaço também. (Abaixo tem mais 2)


Distribua

Banksy em São Francisco e Toronto

Vale a olhadela nas ultimas criações do Banksy em São Francisco e Toronto. #demais

Banksy, foto na capa por Radoslaw Lecyk / Shutterstock.com

 

Distribua

Exit Through The Gift Shop

Exit Through The Gift Shop é um filme dirigido pelo famoso Banksy. Nele um francês com uma camera filma a galera tentando fazer street art. O documentário conta com a participação de outros artistas como o famoso, Stepard Fairey (que fez o famoso poster do Obama). Abaixo você ainda pode conferir os fails da gravação…


Bom este parece ser muito interessante, mas infelizmente não está disponível ainda em terras tupiniquins. Uma boa pedida seria o SESC ou algum cinema trazer esse filme, o que eu dúvido muito 🙁

 

Distribua

Exposicao: Expograffiti em S

Abre nesta sexta-feira, 26 de março a exposição “Expograffiti”. A mostra conta com 30 trabalhos, em tela e outros suportes, produzidos por grafiteiros ligados a dez coletivos, que organizam o evento em parceria com a Ação Educativa e o Centro Cultural da Espanha.

As obras homenagearão o grafiteiro e artista Ozeas Duarte, um pioneiro na prática do estêncil e do graffiti no Brasil. A entrada é gratuita e a exposição poderá ser visitada até o dia 26 de abril, de segunda a sexta-feira, das 10h às 19h, e aos sábados, das 10h às 14h, no Ação Educativa, que fica na rua General Jardim, 660 (Vila Buarque), São Paulo.

Mais informações no site: www.ccebrasil.org.br.

Distribua

Palestra: Pensamentos urbanos

Acontece, nessa quinta-feira, 22 de outubro, na Esdi, a palestra “Pensamentos urbanos”, que será ministrada pelos designers, artistas e grafiteiros Meton Joffily, Bruno “Big” Mosciaro e Pedro Themoteo.

O enfoque será mostrar as vertentes e a integração do pensamento do designer com os desdobramentos do movimento artístico urbano. Em um primeiro momento, cada palestrante mostrará seus trabalhos individuais, havendo, em seguida, mesa redonda na qual os três discutirão suas ideias.

O evento é parte do ciclo de palestras realizado pelo professor da escola Amador Perez, e acontecerá das
14h às 17h.
A palestra é aberta ao público. A Esdi fica na Rua Evaristo da Veiga, 95 (Lapa). Rio de Janeiro

Distribua

Pixel Show 2009 re

pixel_show2_2009-262

o último fim de semana (10 e 11/10), mais de 4 mil pessoas passaram pela Fecomércio para conferir a 5ª edição do Pixel Show 2009, principal evento de referência em arte experimental e design gráfico do Brasil.

Organizado pela Zupi, o encontro reuniu designers de várias modalidades, como moda e games, especialistas em efeitos visuais, ilustradores e até um tatuador, levando ao público o que existe de mais atual no cenário urbano brasileiro e internacional.

?O que mais gostei no Pixel Show 2009 foi a interação entre as diferentes formas de arte e de artistas. Os espaços de desenho livre também foram bacana, pois permitiram que qualquer pessoa do evento deixasse a sua opinião ou divulgasse a sua própria arte?, conta Thiago Luis, 23, estudante.

No auditório, cerca de 1300 pessoas disputaram poltronas para ouvir as palestras de: Nelson Balaban, MusaWorkLab (Portugal), Rico Lins, David Rosenbaum (EUA), Estúdio Árvore, Molly Crabapple (EUA), Cubbo.CC, Santa Motion, Diguinho e Sesper.

Quem não teve oportunidade de assistir os palestrantes curtiu as atividades da feira. Teve festival de motion, clips e melhores comerciais, a exposição dos Toys Rhino da Ecko, jogos de vídeo-game sobre graffiti e inclusive sessões de massagem para relaxar ao fim do dia, tudo isso dividido entre os 20 stands apoiadores: Alma Surf, Ecko, Red Bull, UOL, RioBooks, Urban Arts, Vazu, Cadritech, ENG, Olho Digital, Yellow Pepper e diversas revistas como: Offline, Vista, Publish, W, Computer Arts, Mac+ e Photoshop.

Um dos ápices do Pixel Show 2009 foi o happy hour, com uma apresentação especial do Dr. Sketchy?s Anti Art School, fechando com chave de ouro o primeiro dia do evento.

E, para aqueles que quiseram deixar uma marca registrada nesta edição do Pixel espaço não faltou oportunidade. Além dos quatro workshops disponíveis, mais de 600 visitantes participaram do mural de graffiti.

?Mais uma vez o Pixel Show mostrou as novas tendências no mercado de criação, inovou com o happy hour e com o show aula da Dr. Sketchy. Além disso, o número de pessoas aumentou mais ainda este ano?, declarou Allan Szacher, produtor do evento.

?Para 2010, o evento será na Fecomercio, em outubro, e esperamos ter uma feira mais completa e a parte técnica do evento com melhores condições e muito mais qualidade. Além de dobrar o número de workshops e de parceiros ? expositores e patrocinadores?, complementou.

vejam mais fotos do evento:
http://picasaweb.google.com.br/liknobel/PixelShow2DiaFinais#
http://picasaweb.google.com/liknobel/PixelShow1DiaFinais#

Distribua

Palestra sobre anima

Será realizada, nesta quinta-feira, 16 de julho, das 10h às 12h, a quarta palestra da série organizada pelo professor da ESDI Amador Perez e que teve edições nos dias 2 e 9 deste mês. Ministrada por Meton Joffily, a palestra tratará de animação, graffiti e desenho livre a partir das novidades, desdobramentos e evolução de seu projeto final, o TLM (“Tá ligado no movimento?”).

As palestras são abertas ao público e serão realizadas na sala de projeção da ESDI.
A Esdi fica na Rua Evaristo da Veiga, 95 (Lapa). Mais informações
pelo e-mail meton.joffily@gmail.com.

Distribua

Street Biennale

Na quinta-feira, 2 de julho, será aberta a “Street Biennale” do Rio de Janeiro. Realizada como parte das comemorações do ano da França no Brasil, a mostra de rua exibirá até o dia 2 de agosto, ao longo da orla da Zona Sul, vinte painéis de 10 x 4m, produzidos por praticantes da street art francesa.

A mostra tem curadoria de Jéremy Planchon e é produzida pelo fotógrafo Vincent Rosenblatt, parisiense radicado no
Rio de Janeiro e criador da agência de fotografia “Olhares do Morro”.

Mais informações no site: www.streetbiennale.com.

Distribua

Pixel Show Salvador – 6 de maio de 2009

pixelshow_salvador
Pela primeira vez na história do Pixel Show, o evento sai da capital paulista e parte para uma edição especial na capital baiana. No dia 16 de maio, a UniJorge recebe o Pixel Show Salvador. Organizado anualmente pela editora Zupi, a conferência é o primeiro evento brasileiro do gênero focado em criatividade e tecnologia.
As inscrições para o Pixel Show Salvador já estão abertas e podem ser efetuadas pelo próprio site do evento.

As palestras abordarão apresentação de cases, elaboração de marca, motion design, branding, graffiti, fotografia, direção de arte e todo procedimento criativo que cada palestrante utiliza no cotidiano de trabalho.
O evento prossegue trazendo importantes nomes do design e da arte para o público nacional. Para a edição de Salvador, já estão confirmados Flávio Samelo (fotografia), Greg Tocchini (quadrinhos), Guy Costa (publicidade), Mooz (ilustração e design) e os estúdios Nitroglicerina (motion design) e Colletivo (ilustração, design e web).
Paralelo ao Pixel Show, a Zupi disponibiliza espaços para realização de outras atividades. Durante os intervalos, os participantes vão conferir os melhores comerciais, motions e clips criados por empresas do mundo inteiro. Os participantes também vão curtir música ao vivo com as bandas Dread in Brasil, Out Space e Incárcere. Além disso, o evento conta com o tradicional painel da Zupi para intervenção do público presente.
Além da edição especial em Salvador, a Zupi dá continuidade ao Pixel Show São Paulo nos dias 10 e 11 de outubro de 2009. Aguarde maiores informações em nosso site.

Distribua

2 anos do estudio azucrina – Oficinas e Rotat

Hugo manda avisar:
Nesse proximo dia 13, Azucrina comemora 2 anos de “existência” com um evento sem fins monetários, celebrando o conhecimento, a troca de idéias e a diversão.

Teremos uma oficina que trata do como as limitações no processo criativo interfere no resultado final do trabalho. [estudio deveras (sp)]

Uma outra, de serigrafia caseira que busca a viabilização da técnica com baixo custo para pequenas produções. (azucrina!)

E a já famigerada rotatória que serve pra galera se divertr na rua sem ter dar muita satisfação pra alguém. Dias 13 e 14! não percam!
Azucrina sua vida! Que minha eu ja azucrinei!

Flyer do evento

Distribua

Expo Stickers 2008


Expo Stickers 2008
De 18/10 à 15/11
Galeria da Eastpak
Rua Augusta, 2685 – São Paulo – SP
(11) 3081-1979
exs08@expostickers.org

Visto no LogoBR

Distribua

Quil

O projeto KM.M.MM – Viver Design em São Paulo que acontecerá de 3 a 9 de novembro. Entre seus objetivos está conscientizar o cidadão paulistano em torno da importância do design em seu cotidiano, da moda ao urbanismo, promover a democratização do design e dar visibilidade internacional para São Paulo como importante centro da economia criativa.

O design está em toda parte. Desde o detalhe no acabamento de uma embalagem ao urbanismo; dos metros quadrados ao criar um ambiente decorativo aos milímetros no design gráfico. Viver em São Paulo significa viver o design em todas as suas formas. Dessa idéia surgiu o conceito KM.M.MM.

Durante a semana Viver Design em São Paulo, a cidade será palco de uma série de atividades como seminários, oficinas e mostras, todas gratuitas, que acontecerão em várias partes da metrópole para mostrar como o design é um fator presente no dia-a-dia de todos os paulistanos, legitimando a idéia de ?Design para todos?, e como pode agregar valor aos bens e serviços gerados na cidade. Fortalecer o setor de design significa, assim, fortalecer a economia paulistana como um todo. O projeto de apoio ao desenvolvimento das indústrias criativas, com ênfase no design, atende assim a uma estratégia de inserção internacional da cidade.

Como cada elo da cadeia criativa tem demandas pontuais e específicas, a semana ?Viver Design em São Paulo? busca contemplar todos os níveis do setor produtivo ? associações de classe, instituições de ensino, micro, pequenos e médios empresários, formadores de opinião ? e, mais do que isso, todas as vertentes do design: de produto, moda, embalagem, marca, interiores, jóias, gráfico, etc.

A Semana Viver Design em São Paulo reunirá várias expressões do design ? moda, arquitetura, design gráfico, graffiti, produtos, webdesign, formação educacional e profissional ? em exposições, seminários, oficinas e mostras por toda a cidade. A Semana Viver Design em São Paulo pretende consolidar-se no calendário de eventos da cidade e na agenda internacional da economia criativa. Para isso conta com um grupo de trabalho cujos participantes, todos voluntários e reconhecidos em sua área de atuação, representam as seguintes áreas do design definidas no projeto: HABITAR Design, VESTIR Design, COMUNICAR Design, USAR Design, PENSAR Design.

  • HABITAR Design – esta área do projeto discutirá o urbanismo e suas ramificações, arquitetura e design de interiores. A principal questão abordada será como assegurar que numa escala kilométrica, a da paisagem urbana, esses aspectos sejam democratizados e acessíveis à população em geral.

Para estimular a discussão, o grupo de trabalho HABITAR Design planejou intervenções no quadrilátero da Cor da Rua ? projeto social que trabalha com ex-moradores de rua e catadores de lixo que criam móveis feitos de sucata – como nova fachada para as casas onde funciona o projeto, recuperação de calçadas e valorização da área.

Também será criada uma galeria virtual, que terá como primeira exposição as intervenções do projeto Cidade Limpa. Além disso, será divulgado o Roteiro do Graffiti, uma lista que identifica pontos da cidade grafitados por artistas reconhecidos mundialmente, para que as pessoas visitem os locais. A intenção é promover uma reflexão a respeito dessa expressão do design e sobre a diferença entre pixação e graffiti.

Curadoria: Regina Monteiro ? Diretora de Projetos, Meio Ambiente e Paisagem Urbana da EMURB e Patrícia Anastassiadis – Arquiteta e Designer de Interiores

  • COMUNICAR Design ? design gráfico, webdesign, som e ramificações.

Entre as atividades que farão parte da programação deste segmento, está a exposição de Karim Rachid, um dos maiores nomes do design mundial; e a mostra da última Bienal Brasileira de Design Gráfico ADG Brasil.

Curadoria: Ronald Kapaz – Sócio-Diretor da OZ Design/Design Gráfico e Sônia Valentim de Carvalho ? Diretora Financeira da ADG/Designer Gráfica

  • VESTIR Design ? moda, acessórios, jóias e ramificações.

Para ampliar o conceito de democratização da moda, vários estilistas irão desenhar peças exclusivas, que ficarão expostas em espaços públicos, juntamente com seu molde e indicações de como foram feitas, para que as pessoas possam reproduzi-las em casa. A idéia é resgatar com isso, o papel de figuras importantes do segmento como costureiras, alfaiates e a importância da qualidade no processo de reprodução do estilo.

Nesta semana também acontecerá oficinas de costura em comunidades da periferia e a 24ª edição da Casa de Criadores, evento revelador de jovens talentos da moda brasileira, que nesse projeto se apresenta em tom de incubadora, com desfiles abertos à população de São Paulo.

Curadoria: Jum Nakao – Estilista e Diretor de Criação e Paula Limena – Sócia-Diretora Imageneer|Consulting/tendências de mercado

  • USAR Design ? design de produto, o objeto pensado, criado, testado e produzido sempre em interação com o cidadão e como solução de melhor uso.

Haverá palestras de designers brasileiros e internacionais; workshop sobre design sustentável; exposições de produtos do cotidiano e de designers premiados; exposição dos vencedores do Prêmio IDEA/Brasil 2008, a edição brasileira do maior prêmio de design dos Estados Unidos, considerado um dos mais importantes e reputados prêmios de design do mundo; mostra de jóias do artesanato paulista e seminário sobre a importância do design para as pequenas e médias empresas.

Curadoria: Ernesto Harsi – Presidente da Associação de Design de Produto e Sheila Brabo – Diretora do Centro São Paulo Design – CSPD

  • PENSAR Design ? formação acadêmica; estudos de caso; comportamento e relações humanas com o design. Contempla a educação ? formação dos designers ? comportamento e relações humanas, em áreas como psicologia, administração, engenharia.

Nesta área, alunos de diversas instituições de ensino irão desenvolver projetos que envolvem comunidades da periferia, que serão expostos em várias regiões da cidade.

Curadoria: Alexander Lipszyc – Diretor da Escola Panamericana de Arte e Design ? EPA e Andréa Naccache ? Psicanalista, criadora do Movimento pela Criação Brasileira – MOVE

3 a 9 de novembro de 2008
Informações Gerais:
Anita Stefani ? astefani@prefeitura.sp.gov.br – Tel.: 11 3113.8542
Daniele Roldán? droldan@prefeitura.sp.gov.br – Tel.: 11 3113.8546
Mariana Figo Gaspar ? mfigogaspar@prefeitura.sp.gov.br – Tel.: 11 3113.8541

Distribua