AKIRA – 20 Anos de inovação

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

AKIRA – 20 Anos de Inovação

Se você tem um pouco mais de 25 anos, deve se lembrar do lançamento (sempre tardio aqui no Brasil, claro) do longa de animação AKIRA, em 1988.
Esta animação, premiadíssima na época e lembrada até hoje, completou, neste ano, mais precisamente em 16 de julho 20 anos de seu lançamento! Tá… tudo bem… mas o que isso tem a ver com design?

Quem já viu o filme de animação AKIRA, do diretor Katsuhiro Otomo, não se espantará com o número de homenagens e comemorações que vem sendo oferecidas a este verdadeiro clássico da produção cinematográfica.

Um dos conceitos mais importantes dentro da animação é o da inovação, tanto na questão de cenários, quanto no uso de cores. Conforme entrevista pelo próprio diretor de fotografia e colorização do filme “os conceitos já estabelecidos como cores azuladas para cenários noturnos, por exemplo, foram totalmente superados pela produção de Akira. Quisemos inovar e mostrar que a noite de Neo Tokyo demonstrava as cores dos neons e outros conceitos que, mesmo na nossa frente no dia-a-dia, são esquecidos na hora de transferirmos isto para uma produção”.

Além disso, todo o conceito da arquitetura e do design que envolvem a cidade fictícia de uma situação pós III Guerra são realmente incríveis! Ainda mais se contarmos com a época na qual o filme foi criado, em plena década de 80!

É interessante vermos em meio às mesas de produção, tanto de desenhistas como coloristas e outros artistas da equipe que não há sequer 1 mouse! Tudo isso porquê o acesso a computadores na época era muito mais caro e se dava somente a setores mais reservados no final da produção, como composição e mixagem da trilha sonora e composição final dos desenhos.

Outro detalhe interessante, logo no início do filme é a noção de cinema e de “filmagem” que o desenho tenta transmitir. Nas perseguições de moto ao longo de Neo Tokyo, as lanternas das motos deixam “rastros” na tela, como se a luz marcasse a película da câmera em uma velocidade mais baixa. Um efeito que, para os mais pragmáticos “não teria necessidade nenhuma de ser representado”. Mas é aí que reside a magia de Akira: representar com detalhes o que os outros longas de animação dariam por desapercebido.

Para que já conhecia o longa, uma dica: está à venda a lata comemorativa de 20 anos de Akira, com 2 DVDs e mais de 2 horas de extras sobre a produção. Se você não conhece a animação, compre mesmo assim. Garanto que não vai se arrepender.

Como sou amante da animação e também faço minhas produções, não poderia deixar de falar do ANIMASERRA!

Já estamos há apenas 3 meses de um dos maiores festivais da animação nacional, quadrinhos e games, o ANIMASERRA!

O evento, criado e organizado por mim e pelo meu sócio já está em sua 3ª edição e, além das inúmeras sessões de cinema de animação com curtas inscritos vindos de todo o Brasil, temos ainda sessões de Old Cartoons (desenhos da década de 30, 40 e 50), além de palestras com dubladores, produtoras de vídeo-grafismo, estúdios de animação e efeitos especiais e publicações especializadas em games.

Este ano, teremos o selo comemorativo da Warner/DC Comics em celebração dos 70 anos da DC Comics no Brasil, contando com a palestra do desenhista Renato Guedes (DC, Marvel) entre outros!

Já que um dos maiores filmes da animação mundial está comemorando 20 anos, vamos aproveitar e conhecer tudo o que está sendo feito aqui na terra brasilis! Temos certeza que todos irão se surpreender!

Para maiores informações, acessem o site oficial do evento em www.animaserra.com.br ou então digitem ANIMASERRA no youtube para verem alguns vídeos e matérias de tv.

O evento acontecerá em Teresópolis, dias 1 e 2 de novembro! Programe-se para não ficar de fora desta grande festa!

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Distribua

12 comentários

  • Lata Akira: pôster mal impresso, camiseta com propaganda da FocusFilmes (mal impressa) e 4 propagandas antipirataria antes do filme: você clica em "iniciar filme" e voilá, 2 minutos de propaganda anti-pirataria. Não dá pra passar, não dá pra mudar de capítulo. Tem que assistir. Enfim, NÃO COMPREM.
  • Danilo... sou sou funcionário da Focus Filmes nem tampouco patrocinado por eles... mas acho q a aquisição da lata Akira é uma oportunidade única, já que este filme nunca tinha sido lançado no Brasil de uma forma tão completa. O máximo que se poderia encontrar eram DVDs com legenda em inglês e áudio em japonês apenas. Meu post não foi a respeito da LATA AKIRA, mas sim dos 20 ANOS DE LANÇAMENTO deste clássico da animação mundial. Se o poster está bem ou não tão bem impresso, creio que seja o menos importante do conjunto. O CLÁSSICO fala mais alto, não acha?
  • Eu ja tinha a coleção completa com os 38 volumes da hq de akira antes mesmo do desenho passar nos cinemas no brasil, considero como uma das obras primas do desenho animado. Gostaria de indicar mais dois longas de animação dos anos 80, Heavy Metal (universo em fantasia) e o esquecido mas belíssimo American Pop, para aqueles que curtem desenho, estes dois são demais, porém meio dificil de se conseguir em qqr locadora, principalmente o segundo. Quero parabenizar este site pelos temas aq levantados e debatidos, com alguns comentarios bem relevantes, e outros nem tanto, mas com a maxima de que o design esta presente em todos os seguimentos atuais e os profissionais desta área tem uma gama quase infinita de atuação e criação, porém, não devemos nunca esqueçer das correntes classicas, do historico, metodologia e essência da arte da forma, chamada pelo mundo todo de design, e eu, como designer de formação acadêmica, sempre luto para não deixar morrer o pincel e o lapis na criação artistica, e este desenho é um marco desse conceito pois foi feito totalmente manualmente, coisa que muitos não acreditam. Abraço a todos(as) artistas.
  • Pois é Rocha... com seu comentário lembrei-me de mais uma pérola do diretor Katsuhiro Otomo... o DVD Memories. Memories é um conjunto de 3 histórias distintas, todas criadas por Otomo e que seguem linhas completamente diferentes. É possível notar um pouco da ambiência de Akira em alguns dos curtas deste DVD, que conta com 1 tema fantasia, 1 tema comédia e 1 de drama. Sem dúvida, quem encontrar este DVD Memories em qq loja, pode comprar sem medo.
  • Antônio, concordo com vc em gênero, número e grau. O comentário foi o de um consumidor insatisfeito com o produto, e minhas reclamações (na verdade, a principal, o caso dos dois minutos de propaganda anti-pirataria) já foram dirigidas via e-mail, à Focus. No meu entendimento, a falta de cuidado com esse tipo de produto, em si já é uma falta de respeito. Que dirá essa "edição comemorativa de 20 anos", que como você deve estar ciente, é o lançamento brasileiro da "edição comemorativa de 10 anos", ou seja, o material tem mais de uma década. Você pode cheirar a má fé por todos os cantos. Está claro que a política está mais para "vender o máximo possível, antes que caia na rede", do que "fazer um produto que valha mais a pena ser comprado do que baixado", o que é invariavelmente mais difícil. Em se tratando de anime (ou rock progressivo, ou qualquer coisa que tenha um número restrito de fãs), então nem se fala. Quem gosta de Ghost In The Shell por exemplo, provavelmente nunca vai ver uma coleçãozinha brazuca pra comprar, com legenda e o escambau, como há muito já existe nos EUA. Sento confortavelmente no meu sofá, para assistir uma animação, e sou obrigado a ver "traficantes" me agradecendo por comprar um disco pirata e "finaciar nossas arma aí, truta". Ah, convenhamos.
  • Akira, é realmente a obra prima de Katsuhiro Otomo, eu estava na sexta-série do 1o grau quando vi a propaganda na TV, e também uma matéria no Correio Brasiliense falando do mangá. Eu comprei a revista, bem mais cara que as outras, juntamente com meu grande amigo Giordano Brito, cadê o figura? E acabei comprando quase todas, pois pararam em alguns capítulos em Brasília... Enfim, até hoje, em brainstormings na empresa eu coloco os mangás na mesa de desenho e aponto como referência para a gurizada, eles se espantam, fazemos aquecimento usando aqueles temas de máquinas geométricas com suas sobreposições de peças funcionais e por aí vamos, sempre referenciando o grande mestre, mas nunca copiando nada, afinal, ele é artista, nos somos meros designers de produto à procura do design ideal, parafraseando ao nosso modo um certo compositor nada ortodoxo. Aguardem o filme, vai ser rodado! Abs!
  • realmente AKIRA sem duvida foi e sera sempre,com certeza a melhor animação japonesa de todos tempos......me lembro quando foi lançado,eu e meus irmãos assistimos + 20 vezes,antes de devolver para a locadora...