Artesanato perde um valioso

Após cinco anos de funcionamento, o Espaço Sebrae, deixa de ser o único espaço exclusivo de exposição e comercialização do artesanato alagoano.

O Armazém, que agora fecha as portas, nasceu para ser o principal canal de vendas de produtos genuinamente alagoanos feitos por artesãos de comunidades longínquas, que não tinham ? e nem têm ? condições de abrir e manter uma loja. Mas quais motivos levaram ao fim do projeto? O negócio do próprio Sebrae, que vive de ensinar como fazer um empreendimento ter sucesso, não deu certo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *