Artes

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Dezoito cores são obtidas em processo artesanal que utiliza serragem, ferrugem e plantas da região

Casca de cebola, sucatas de ferro e frutas do cerrado dão cor às linhas de algodão produzidas para tecelagem no Vale do Urucuia em Minas Gerais. A técnica de tingimento artesanal foi resgatada por um grupo de artesãs de Uruana de Minas no noroeste do Estado.

As artesãs fazem parte do projeto Pólo Veredas, que tem apoio do Sebrae/MG e da organização não-governamental Central ArteSol. O processo de coloração não requer produtos químicos, não causa mal à saúde, nem ao meio ambiente, e ainda gera ocupação e renda para mulheres da região.

Leia a matéria completa de Simone Guedes na ASN. 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Distribua

Não há comentários ainda, seja o primeiro a comentar!