Carnaval no Brasil é moda

No feriado mais badalado do país, o glamour dos figurinos não podiam deixar de ser destaque.

Eu particularmente me encanto com os temas que as escolas de samba do RJ e SP inventam e reiveitam a cada ano e figurino é sempre um show a parte, desta vez com direito a presença da top internacional Gisele Bundchen desfilando pra Portela.

E alguém duvida que se Gisele passou na passarela do samba certamente correrá mundo inteiro com referência fashion? Eu não!

Se John Galliano não tivesse “surtado” na semana passada, era bem provável que poderia ser uma das celebridades fashion de destaque no carnaval 2011, mas, infelizmente a festa pra ele começou antes e terminou em prisão!

Mas, felizmente o estilista super renomado pôde mostrar a bela coleção de inverno 2011 ( EUROPA) da sua marca própria que diga-se de passagem ficou linda nas passarelas do NYFW – NEW York. Porém, já a marca Dior, para quem prestava serviços, infelizmente colocou ele pra correr, que pena né?!

Voltando ao Brasil…

Nessse carnaval 2011, gostaria de destacar os figurinos da Bahia. Pois é, em especial da Ivete Sangallo e Aline Rosa que com certeza

aproveitaram a notoriedade da maior festa popular brasileira pra queimar tendência com estampas animal print!

Ufa que calor! SPFW verão 2012

Sim, nós estamos em pleno verão do ano 2011. Mas você não leu errado e nem eu troquei as datas: o mundo fashion funciona assim mesmo, com tendências de estações seguintes previstas até dois anos antes. Um dos eventos mais esperados da indústria têxtil no Brasil é a SPFW (São Paulo Fashion Week) feira de moda e desfiles que dita as principais tendências, ideias e tecidos que estarão nas ruas e passarelas um ano depois.

Atualmente, o evento apresenta duas edições anuais: uma em janeiro, com a antecipação das coleções de inverno e a outra em julho, com coleções de verão. O número de desfiles também aumentou e chegou a 49 em janeiro de 2009, com a entrada de novos estilistas.

Com o SPFW a moda Brasileira está sendo reconhecida no fashion business internacional. Hoje, ele é o maior e mais importante evento de moda da América Latina e já pode ser considerado como participante da moda mundial, entre as principais semanas de moda como as de Paris, Milão, Londres e Nova York e tem importância ímpar na divulgação de produtos com design e com características do nosso país.

Mas nem só de Brasil vive a SPFW. Celebridades internacionais como o ator Ashton Kutcher e a socialite Paris Hilton andaram ofuscando o brilho de muitos designers, mas, afinal de contas, não poderia ser diferente, pois o que sabem fazer de melhor é realmente aparecer em eventos badalados.

Contudo, vale a pena lembrar que Paulo Borges, organizador do evento, juntamente com a equipe de criação composta por Glória Coelho, Ronaldo Fraga e Alexandre Herchovith conseguiu deixar o evento ainda mais brasileiro com uma figurinha tupiniquim estampada na identidade visual do evento: Carmem Miranda.

Bom, o mais interessante da SPFW, na minha opinião é forma como as pessoas conseguem enxergar o evento e as diversas propostas que os criadores realizam. É um evento para quem cria, inventa, reinventa e faz acontecer. Sem contar as figuras notórias que circulam pelo evento, anônimas claro, mas certamente muito mais engajadas no espírito de design que promove o evento, do que grandes estrelas que recebem cachês milionários para divulgarem algumas marcas. Christina Aguilera, por exemplo, se recusa a cumprimentar qualquer jornalista ou crítico de moda que pede ou implora por uma palavrinha.
Enfim! É um “espaço” para fazer design e só por isso vale muito a pena!