2 respostas para “Case de Design de Serviços”

  1. Desculpa, Tennyson, mas ainda não entendi muito bem esse lance de design de serviços… Vendo os slides, pra mim parece muito mais um nome novo pra uma prática consagrada… O que é exatamente essa história?

  2. Eduardo,
    Qual prática consagrada, pode ser mais específico?
    Design de Serviços tem muito pouco a ver com qualquer outra prática existente para construção de serviços. O mais próximo disso que você viu nos slides seria Marketing de Serviços ou CEM, mas essas duas áreas não entregam o ferramental human-centered que o D.S entrega.
    Eu sugiro que você leia alguns materiais na web, nossos, da Engine, do stefan moritz, da IDEO, enfim…. existe bastante material para que você entenda bem o conceito, que na minha visão é uma das mais concretas tangibilizações do design estratégico existentes até hoje.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *