Games – Design Gráfico impressionante em Red Dead Redemption

Todos nós sabemos que o mercado de jogos é um mundo sem fronteiras para o design. Sou meio suspeito para falar sobre o assunto pois sou fanático por jogos de qualidade (em todos os sentidos). Não só para um designer mas para muitos gamers exigentes, um jogo não basta ter um ótimo roteiro com bastante ação se não houver qualidade visual.

Red Dead Redemption é um jogo que supera praticamente todas as expectativas de um jogador exigente. Eu poderia ficar aqui enchendo de linhas sobre o jogo para falar de todas as suas qualidades porém não é esse o foco deste post. Além da  identidade visual empolgante de divulgação do jogo e a trilha sonora contagiante, o game em si não fica pra trás nenhum pouco. Muito pelo contrário.

Ao desenrolar da história, o personagem John Marston viaja por diversos lugares com seu cavalo onde é possível observar nos vilarejos por onde passa a identidade visual rica do oeste no século 19.

Entre diversas coisas vemos muitas fachadas de madeira com escritas caligráficas impressionantes, rótulos de garrafa, cartazes de bandidos, carruagens com letreiros e principalmente os posters.

Red Dead Redemption é sem dúvida nenhuma a cartada de mestre da Rockstar  Games e que chegou para ficar por um bom tempo no ranking dos melhores jogos da atualidade sem precisar consultar estatísticas pois é um puta jogo. Só jogando pra entender.

Recomendo!

Via Sobredesign

3 respostas para “Games – Design Gráfico impressionante em Red Dead Redemption”

  1. Sim, o jogo foi grande destaque no recente Video Game Awards.

    O design gráfico é bacana, essencialmente na identidade visual. Mas como acredito que basicamente design em videogame trata muito mais de interface do que estética visual (arte, ilustração, fotografia, computação gráfica).

    Acredito que o bom design para games (ao contrário da arte) torna-se transparente ao usuário quando temos um bom entendimento da sua linguagem de interação (curva de aprendizado), qualidade na resposta das ações (interação/ato/resposta) etc.

    Cartazes, rótulos, fachadas etc. são meta-design, ou seja, elementos diagéticos, já que só tem “usabilidade” e “ergonomia” para a “realidade” dos personagens do jogo.

  2. Já joguei o antigo (não lembro o nome). Era muito viciante. Eu jogava sempre que podia. Pena que a mídia foi danificada e não pude mais jogar. Vou ver se consigo esse. Obrigado pelo post!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *