Internet Explorer, não mais.

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

notmore
Estamos quase terminando nosso novo layout que contará com diversas novidades, categorias, parceiros, eventos, enfim. Há tanta coisa que irá ter que só quando tiver online, vocês poderão conferir tudo. Infelizmente irá demorar mais algumas semanas para atualizarmos tudo isso. E com toda essa atualização, aderimos ao “Goodbye Internet Explorer 6”, que ao contrário do que as pessoas pensam, não é para restringir o numero de usuários,  e sim para fazer os usuários evoluirem com a web, ou seja, utilizar programas atualizados, seja ele da microsoft ou não. Um pouco da história.

Como já citei em outros artigos, o Internet Explorer 6 foi lançado em 27 de Agosto de 2001 junto com o Windows XP, desde lá teve somente uma atualização, em 6 de agosto de 2004, com o Service Pack 2 do XP. Ou seja há pessoas que estão desatualizadas a 8 anos e outras a 5 anos. Desde lá a web evoluiu de uma forma gigantesca, com formatos de imagens transparentes e com mais qualidade, há códigos mais inteligentes e limpos. Porém os  programadores que montavam tais sites, vinham fazendo pequenas modificações (gambiarras) para fazer sites serem acessiveis para as pessoas que utilizam esses softwares. Mas não iremos fazer isso, nossa função é manter os leitores atualizados sobre “everything design” então nada mais justo que os mesmos venham a utilizar ao menos um software atualizado.

Eu ainda uso Internet Explorer 6, não conseguirei abrir o site?
Sim, você conseguirá abrir o site, porém poderá conter alguns erros. Toda via, na nova versão, caso o usuário venha a utilizar um navegador antigo ou incompativel com os novos padrões de Web, será exibido um aviso recomendando tal atualização.

Quero atualizar meu navegador, como fazer?
Você pode baixar a nova versão da Microsoft, aqui.

Posso utilizar outro navegador?
Sim, pode.

Quais são os navegadores atualizados e compativeis com os novos padrões de web?
Chrome
Firefox
Safari
Opera
Flock

Desde já, agradecemos a compreensão de todos e aguardem que em breve tem mais novidades 😉

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Distribua

19 comentários

  • Webstandards (padrões de web) existem pra isso. A W3C mesmo mostra que o Internet Explorer 6 não segue padrão algum do que eles (microsoft) mesmos. Então o que devem ser seguidos? padrões da web ou padrões da microsoft?
  • Achei ótimo. Finalmente alguém tomou essa iniciativa. E aos que estão reclamando, não há motivo nenhum pra isso, já que está sendo dada a oportunidade de atualizar seu navegador... Há de se concordar que ter um navegador pré-histórico como o IE6 e frequentar um site sobre design, tecnologias e novidades chega a ser irônico.
  • Como foi citado, é complicado ignorar 33% dos usuários (somente mais que os outros navegadores somados, exceto IE7). Concordo que as pessoas deveriam atualizar seus softwares e tudo mais, mas muitas pessoas por incrível que pareça não conseguem fazer isso ou não possuem máquina suficiente para rodar (podem acreditar que tem). Quanto ao site em si, até então sempre encontrei "Hacks" para conseguir conseguir resolver os problemas com IE6.0, como foi falado também, não exatamente com essas palavras, mas basta não ser "vadio" ^^
  • Totalmente apoiado. Não dá pra ficar se podando por alguns poucos que insistem em viver no passado. Mais sites deveriam fazer isso, para que, a força, forcem a evoluir a internet, que além de tudo, lhes trará mais segurança, pois quem usa um browser de 8 anos atrás é como colocar raposas no galinheiro.
  • Concordo com o não suporte ao IE6. É uma questão de educar os usuários que não sabem que o navegador que usam é ultrapassado e que podem atualizá-lo de graça. Lembrando que o site não deixará de ser consumido pelo IE6, mas apenas que apresentará defeitos no design.
  • Não vejo motivo pra tanta polêmica. Do meu ponto de vista, não se trata de incentivar o usuário a atualizar seu navegador por causa de um site, mas sim por causa da internet como um todo. Não fosse o crescente número de usuários de navegadores "alternativos", creio que a internet não tivesse evoluído o que evoluiu nos últimos meses.
  • Me desculpe. Isso é um erro. Design SEMPRE começa pelo usuário. Obrigar um usuário a "evoluir", mudando o código de seu site, sob meu ponto de vista é mais preguiça de fazer um código bom do que evolução. Por favor, design sempre começa pelo usuário. 33% da web ainda usa IE6. Esses usuários simplesmente vão desistir do site. Na boa? É difícil alguém mudar de browser só por causa de um web site. Pesquise um pouco mais sobre isso: - Veja estatísticas de uso començando pelo http://www.thecounter.com/stats/2009/March/browser.php - Tente acessar UOL, Terra, Itaú etc com o IE6... Você vai se surpreender. - Pesquise também um pouco sobre design universal, muito bem lembrado pela nossa colega Ligia fascioni. E não esqueça. Design começa pelo usuário. Boa sorte!
  • Não estamos querendo educar, privando-os. A questão é simples. A internet evolui e eles precisam evoluir com ela. Mesma questão de plugins do flash player, ele evoluiu, hoje há diversos recursos novos. Sites de empresas como Heineken, Doritos e cia, nâo se importam mais em utilizar a ultima tecnologia para uma massa menor. Desde que trabalhe com a tecnologia de forma eficaz. Os usuários não são mais leigos como antigamente, e a web não pode parar por causa de um antigo monopolio. Um bom exemplo disso é o Twitter, que se você quiser vê-lo bonitinho e com os cantinhos todos arredondados e cia, necessítara pelo menos Internet Explorer 7, do contrário vai ver ele quadradão e sem transparencias nos avatares das pessoas. Sem contar outros erros mais. Infelizmente Lígia, acredito que você nunca se deparou em nenhum empecilho como esse em algum projeto seu. Esse é o dilemma que todos os web designers e programadores enfrentam. E felizmente agora só que está diminuindo a quantidade de usuários de internet explorer 6 no mundo. 8 anos depois.
  • Oi! Olha, acho que a intenção é boa, mas acho no mínimo falta de educação dizer o que o seu visitante deve ou não usar como browser. Bom design é universal, não tem preconceitos. Se o sujeito quer usar o Explorer, é um direito dele. Digo isso porque sempre sofri preconceito por usar o Safari (agora o Firefox está melhor) e vivia me deparando com mensagens de que tal site é melhor visualizado na resolução X ou no navegador Y. Eu simplesmente saía do site e nunca mais voltava (tenho uma lista negra que sites que desrespeitam os visitantes). O princípio é simples: o interesse é do anfitrião em receber mais visitantes. Quanto mais ele se fizer de difícil, menos visitas. Pior para ele. A web tem zilhões de sites interessantes para visitar e é de muito mau gosto ficar dizendo para os internautas o que eles têm que fazer para ter o privilégio de navegar no seu site. Creio ser muita arrogância querer "educar" os visitantes forçando-os a usar o que alguém acha que é o melhor para eles. Desculpe, Foster. Como já disse, sei que a intenção é boa, mas totalmente mal educada, para dizer o mínimo...
  • Falar da forma física das pessoas é bem diferente de falar da forma virtual. Uma vez que as pessoas que necessitam de cadeiras de roda precisam REALMENTE uma rampa de acesso, pois sem ela não conseguem acessar. Do que pessoas que tem um computador e precisam apenas estar atualizada para entrar em um site específico. Atualmente todas as pessoas estão buscando atualizações e novidades constantemente, porque não começar a educar essas pessoas atualizando seus navegadores? Um bom exemplo disso é o facebook que necessita que o usuário atualize o navegador para mostrar certas funções. Vale ressaltar que até mesmo o site no MSN contem falhas para usuários do IE6. Ou seja a própria criadora do IE não trata os fix ou trabalha para corrigir tal erro, porque nós temos que continuar a dar suporte. Enquanto as pessoas se desgastarem para mostrar de forma perfeita nesses navegadores, estarão ocupadas. Infelizmente Perdendo Tempo.
  • Sou desenvolvedor web e como todo bom desenvolvedor tenho pirraça do IE. Entretanto desaprovo a iniciativa. Ignorar o, infelizmente, ainda mais popular navegador é legar seus usuários a um aleijamento virtual. Mesmo que a campanha se limite a uma versão específica do IE. Sei que todo aquele papo de usabilidade pode encher o saco mas não é esse o principal fim de um site? Ser utilizado da maneira como foi projetado? Ignor ar os usuários de um determinado browser pular p para evitar os percalços de ter que se desdobrar pra fazer com que seu projeto ncione e também nele é como ignorar o acesso de pessoas com cadeira de rodas em seu novo edifício porque construir uma escada é mais simples que se preocupar com uma rampa.