R Design Sul – Direto do Fronte

Olá amiguinhos.

Estou escrevendo este post enquanto a maior parte da galera almoça no evento e usando o pc do balaio que estou gerindo sobre Etnografia aplicada ao design (comunidade no orkut). Agora as quentinhas.

Ontem o dia foi interessante, o pessoal da República das Idéias apresentou uma palestra sobre seu surgimento a quatro anos, sua filosofia e alguns trabalhos. Acho que o mais interessante deles é o conceito de país o que gera muito material para trabalhar com temas correlatos, como o cartão de visitas que é uma moeda, o portifólio que era uma carteira de trabalho, fazer um hino, inventar uma história sobre o surgimento do país e ter uma constituição para descrever a missão e os valores da empresa. Fora os vários prêmios já recebidos. Deêm um rolê pelo site e procurem o hino por aí (ainda não sei se tem no site, youtube, etc. go get then tigers). Vale todos os cliques.

Depois do jantar houve o debate com Norberto Bozzet, Renata Rubin e o professor Paulo que veio substituindo a Prof. Paula que consta no site do R, o mediador foi Eduardo Gonçalves, o já popular Cuducos (em breve falo mais desse cara por aqui).

O tema foi “Cultura”, em especial foi abordada a cultura gaúcha. Mas passou-se por relação cultura global e local, influência da cultura sobre o design e como o próprio design, ou o desenvolvimento de novos objetos, influencia no pensamento da sociedade. Outro ponto muito importante é relação das tribos que estão eclodindo pelo mundo em um tipo de resposta a uma massificação do pensamento em todo o globo.

Coisa finíssima.

E festa foi do balacobaco. uh, tererê.

PS:. Choveu aos cântaros na primeira noite, alagou um dos alojamentos e parte do outro e foi então que emergiram verdadeiros heróis da resistência, praticamente a defesa civil do design. Baldes, enchadas, latas, água, terra, lama e serragem, uma coisa linda de se ver. Menção honrosa para Lucas (CEFET-Floripa) e Letícia (CORDe) além disso especialíssima para Milton, catador de lixo e morador do parque que sabia muito mais que qualquer um sobre como deter água. Valeu galera.

  • Se vc encontrar a Kenya Foschiera por aí (da Univali – Camboriú), diga que o canha mandou um abraço. aisuehuiase

    Pô…queria estar aí tb =(

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *