Pixel Show POA Confirma novas atrações

Pela segunda vez em Porto Alegre o maior evento de criatividade do país confirma3 novos palestrantes, mostra aberta de motion design e 20 feras da arte e dodesign gráfico na Galeria Pixel Show.

O Pixel Show Porto Alegre confirma mais dois palestrantes na conferência que ocorre nos dias 7 e 8 de maio na Reitoria da UFRGS. A estilista Anne Gaul,do coletivo carioca OEstudio, Valpírio Monteiro, sócio-executivo do GAD’Agencye o estúdio paulista Doubleleft integrarão o ciclo de palestras que vai reunir osmelhores profissionais do mundo criativo nas áreas de ilustração, games, conceptart, design, moda, animação, cinema, intervenção urbana, fotografia, novasmídias, charges, cartoons, arte e tecnologia.

Atividades que integram o evento

Feira
A feira é um espaço de trânsito aberto ao público e já conta com a presença de expositores como a loja coletiva Pandorga, Unisinos, Feevale, Manto, Vulgo, T-arts, Taís Katto, Cheezy Books, Koralle, Vice, Mac+, entre outros.

Galeria Pixel Show
O evento trará nova edição da GALERIA PIXEL SHOW POA, com a curadoriade Allan Zacher (ZUPI), Camila Farina (Maria Cultura) e Guilherme Dable (AtelierSubterrânea), exibindo 20 nomes expressivos da arte e do design gráfico nacionale internacional.
Todos os cartazes produzidos para a mostra serão rifados e sorteados no final doevento, quando poderão ser retirados pelos ganhadores. Os artistas são EstudioAlice (SC), Pulpo (BsAs), Digo (SP), Augusto Lima (RS), Molly Crabapple (USA),Tinho (SP), Christian Montenegro (BsAs), Fernando Volken (RS), Fábio Zimbres(RS), Nina Moraes (RS), João Lauro Fonte (RS/UK), Canhotorium (RS), BetoSetenta (RS), Antônio Torriani (RS), Goms (SP), Crânio (SP), Emerson Pingarilho(SP/RS), Andrés Stephanous (RS), Duda Lanna (RS), Estudio Alba (SP).

Festival de Motion Graphics
O cinema da UFRGS será invadido por um festival de animação com uma seleção da IDN Brasil (International Design Network), uma coletânea em DVDdos melhores motions, clips e animações criados sempre nos últimos 2 meses antes do lançamento de cada nova edição. Com animações gráficas criadas pelosmelhores estúdios do mundo inteiro. A atividade tem entrada franca e contará com4 sessões de 1h/cada.

?Intervenções
Durante o evento, artistas mostrarão seu trabalho em intervenções livres e ao vivo, algumas contando com a participação do público, como a atividade proposta pelo coletivo de artistas Canhotórium no segundo andar da Reitoria. Um cubo mágico receberá intervenções do público participante em suas faces. Outra intervençãovirá do coletivo Núcleo Urbanoides, onde o artista JP coordenará a pintura deum automóvel no lado externo da Universidade. O artista palestrante Tinho e ocoletivo catarinense Estúdio Alice criarão um cartaz ao vivo na Galeria Pixel Show.E o público é sempre convidado a interferir nos painéis de live painting dispostos no local, com material de pintura distribuído gratuitamente para participantes daconferência.

SERVIÇO
Local: Auditório da Reitoria da UFRGS – Av. Paulo Gama, 110 – Porto Alegre, RS
Quando: 7 e 8 de maio de 2011
Site: http://www.pixelshow.com.br/poa/
Saiba mais sobre o evento em http://www.pixelshow.com.br/sobre.htm
As inscrições para a conferência podem ser feitas pelo site www.pixelshow.com.br/poa/.
A entrada para a Feira e atrações paralelas é gratuita.

Distribua

Mostra interativa: Figuras na paisagem

Foi aberta no último dia 5 de abril, no instituto Oi Futuro Flamengo, a exposição “Figuras na paisagem ? Uma experiência de cinema interativo e imersivo“, do artista e pesquisador de novas mídias André Parente.

A mostra, que tem curadoria de Alberto Saraiva é uma videoinstalação em que o o espectador utiliza o “Visorama”, dispositivo imersivo que simula um binóculo, por meio do qual ele pode interagir com ambientes virtuais e híbridos formado por fotografias panorâmicas contendo vídeos e sons.

Entre os ambientes principais, apresentados por meio de mini-narrativas, estão o Real Gabinete Português de Leitura e as praias cariocas. O sistema Visorama foi originalmente desenvolvido numa parceria entre o N-Imagem (Núcleo de Tecnologia da Imagem) da ECO (Escola de Comunicação da UFRJ), criado por Parente, e o Visgraf/Impa (Vision and Graphics Laboratory), coordenado pelo designer e pesquisador Luiz Velho.

A exposição poderá ser visitada até o dia 30 de maio, de terça-feira a domingo, das 11h às 20h. A entrada é franca, e o instituto Oi Futuro fica na Rua Dois de Dezembro, 63 (Flamengo).

Mais informações no site: andreparente.net/figurasnapaisagem.

Distribua

Pr

Estão abertas até o dia 7 de agosto as inscrições para o VI Concurso de Artes Visuais do Recife (Prêmio Bolsa de Incentivo SPA das Artes 2009), promovido pela secretaria de cultura da prefeitura do Recife.

O prêmio é destinado a artistas individuais ou coletivos, e pretende fomentar projetos que estabeleçam diálogos entre as artes visuais contemporâneas e a cena urbana, realizados nas mais diversas mídias e formas e, prioritariamente, em espaços públicos.

As atividades acontecerão necessariamente durante o “SPA das Artes ? Recife 2009”, que se realizará de 13 a 19 de setembro deste ano.

As inscrições deverão ser feitas na Gerência Operacional de Artes Visuais e Design da Fundação de Cultura Cidade do Recife, pessoalmente ou, entregues por correio, no Centro de Formação em Artes Visuais, que fica no Pátio de São Pedro, Casa 11 (São José), Recife.

Os candidatos que se inscreverem pessoalmente devem fazê-lo das 9h às 12h ou das 14h às 17h. Aqueles que forem enviar suas propostas pelo correio devem respeitar a data limite de 7 de agosto para postagem,
sendo aceitos apenas os projetos que forem recebidos até o dia 11 de agosto.

Regulamento e formulário de inscrição podem ser obtidos
no site: www.recife.pe.gov.br.

Distribua

MIP2 – II Manifesta

mip21
O CEIA ? Centro de Experimentação e Informação de Arte ? é uma iniciativa de artistas cujo objetivo é propiciar atividades diretamente ligadas à criação e à divulgação da arte mais recente. Em 2009 realizará a segunda edição da MIP. Nesta edição, o evento propõe leituras transversais entre a performance e outras linguagens artísticas como a dança, o teatro e a música com a proposta de não privilegiar apenas o olhar determinado pelas artes plásticas, mas de dar ênfase à diluição das fronteiras entre as várias linguagens artísticas. A programação inclui workshops, palestras e apresentações, com a participação de mais de 30 artistas locais, nacionais e internacionais.

Belo Horizonte – de 20 a 31 de Julho

www.ceia.art.br

Distribua

Exposi

Está em cartaz no CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil), e poderá ser vista até o dia 23 de agosto, a exposição “Virada Russa”. A mostra, que passou antes pelo CCBB de Brasília, chegou ao Rio de Janeiro no último dia 23 de junho e seguirá, após os dois meses de exposição na capital fluminense, para o CCBB de São Paulo.

“Virada Russa” reúne 123 obras, do início do século 20 até a década de 1930, todas pertencentes ao acervo do Museu Estatal de São Petersburgo. São apresentados trabalhos de Kandinsky, Malevich, Rodchenko e outros importantes criadores do período em que a Rússia teve papel marcante na formulação de concepções artísticas, como o construtivismo, que influenciaram o desenvolvimento do design moderno.

A exposição é gratuita e pode ser visitada de terça-feira a domingo, das 9h às 21h. O CCBB fica na Rua Primeiro de Março, 66 (Centro). Mais informações no site: www44.bb.com.br/appbb/portal/bb/ctr2/index.jsp.

Distribua

Exposi

Será inaugurada hoje, no IMS (Instituto Moreira Salles), a exposição “Volpi: dimensões da cor”, que reúne 61 trabalhos de Alfredo Volpi (1896-1988), focando especialmente os trabalhos em pequeno formato produzidos nos anos 1950 e 1960 pelo pintor paulista nascido na Itália.

Várias das obras apresentadas, pertencentes a coleções particulares, não eram expostas há muito tempo, algumas delas desconhecidas mesmo dos especialistas. A pintura modernista de Volpi, após sua fase como paisagista, destacou-se pela redução das formas, influenciada pelos movimentos construtivos, e pela ênfase
nos valores da cor, sintetizadas na série das “bandeirinhas”, pela qual é mais conhecido. A exposição, que tem curadoria de Vanda Klabin, apresenta ainda estudos para a realização de obras em escala maior.

Como parte das atividades, será lançado o livro 6 perguntas sobre Volpi, resultado de encontro em que críticos de arte, alguns deles entre os maiores conhecedores de Volpi, discutiram o trabalho do pintor.
“Volpi: dimensões da cor” poderá ser visitada a partir do dia 29 e até o dia 5 de julho, das 13h às 20h.

O IMS fica na Rua Marquês de São Vicente, 476 (Gávea). Mais informações pelo telefone (21) 3284-7400
ou no site: www.ims.com.br.

Distribua

Projeto Jovens Profissionais – Shopping Lar Center

jovens_prof
Projeto Jovens Profissionais – Inscrições Prorrogadas até 20/04/2009

?Após os sucessos das edições anteriores, o Projeto Jovens Profissionais idealizado e realizado pela Demais Editora, uma empresa do Mais Grupo, traz três novas categorias para 2009.?

O Projeto Jovens Profissionais tem como objetivo dar a oportunidade de real inserção e estreitar o relacionamento dos futuros profissionais em formação da área de arquitetura e design, com o mercado de trabalho. A ação se concretiza com a publicação do catálogo Jovens Profissionais pela Demais Editora, apresentando o resultado da Mostra de ambientes realizada dentro do Shopping Lar Center, que é um centro de referência nesse segmento.

Com a distribuição gratuita de 10 mil exemplares em lugares escolhidos estrategicamente para que cheguem as mãos de formadores de opinião e consumidores que estão pensando em construir ou reformar suas casas, a Demais Editora, busca estabelecer um reforço no elo existente entre procura e oferta de mão-de-obra especializada no setor de arquitetura, design de interiores e decoração.

O Projeto é uma ação social, que conta com a participação gratuita de jovens profissionais (formados a partir de 1999), lojistas do shopping e estudantes, aproximando – os do mercado de trabalho. Os selecionados têm o desafio de criar um ambiente, apresentando suas habilidades na decoração das lojas do Shopping, passando pela aprovação de um júri de excelência na área, firmando a sua capacidade de desenvolver trabalhos tão qualificados quanto profissionais renomados.

É por esse motivo que a edição 2009 do Projeto vem com três novas categorias; artes e paisagismo, voltada a profissionais já formados que buscam reconhecimento e ascensão profissional e a categoria estudantes, neste caso o selecionado terá um profissional da área para auxiliá-lo, a idéia é que os estudantes façam uma atividade, com o nível mais elevado, bem próximo a realidade do mercado de trabalho.

?O Jovens Profissionais tem ajudado a descobrir os profissionais que serão referência no futuro, alguns deles já foram selecionados em duas ou três edições e ganharam outros prêmios, estes seguramente serão destaque em breve?, destaca o idealizador do projeto, Alvaro Guillermo, diretor do Mais Grupo.

Iniciativas como essa, fazem com que organizações como o Shopping Lar Center, tenham um diferencial ímpar que alia três frentes; uma oportunidade única para os profissionais em início de carreira mostrarem seu trabalho, uma ótima estratégia de negócios e marketing que resulta em visibilidade para as lojas e o próprio shopping fidelizando seus principais públicos; lojistas, profissionais do setor e o cliente final.

As inscrições podem ser feitas pelo site www.jovensprofissionais.com.br

Distribua

Atolmg – Revista de Arte para cegos

Trata-se de uma revista multitemática que abrange assuntos tão variados como design, arte, arquitectura, ecologia, fotografia, ciência, política e muito mais. Esta revista tem a particularidade de ser acessível a pessoas cegas através de uma Audiozine, onde se dá particular destaque ao design de som, como se de cores e formas se tratassem. Toda a Audiozine está construída segundo as normas internacionais de código para facilitar a usabilidade às pessoas cegas.

Site: www.atolmag.com
Email: geral@atolmag.com

Distribua

PXE Art for all

Depois de disponibilizar 20 artes para download gratuito e prontas para imprimir, a guapuruvu.com quer trazer as 20 artes de uma só vez no dia 20 de abril, mas para isso quer ver a resposta da galera, com a campanha PXE ART FOR ALL

Se o vídeo da campanha chegar a 5000 exibições, as 20 artes voltam!

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=-pPGAS1eX0w[/youtube]

Distribua

Fotografia ou Arte?

raw1
Hiperrealismo com Alyssa Monks. Fantástico o trabalho dessa americana, vale a pena conferir.


Mais imagens aqui!

Distribua

copa 2014 – alerta

Bom, quem me conhece sabe que sou totalmente contra trazer este tipo de evento aqui para o Brasil por um motivo bem simples: existem muitas carências a serem resolvidas em nosso país e que são muito mais importantes que uma copa do mundo.

Mas me chamou a atenção um informativo que recebi do Revestir.com:

“Curitiba Copa 2014

No dia 31 de outubro iniciou um ciclo de palestras para alunos e professores dos cursos de arquitetura das universidades PUCPR, UFPR e Positivo, que tomaram conhecimento das propostas para desenvolver o Workshop Curitiba Copa 2014 organizado pela AsBEA-PR.

O ponto alto das palestras foram as explanações do arquiteto italiano, radicado em São Paulo, Bruno Padovane, que demonstrou de maneira objetiva e brilhante, as diversas formas de implantar, com forte impacto urbanístico, um megaevento esportivo e seus desdobramentos positivos. Posteriormente, o engenheiro paulista Fernando Telles, outro especialista na área de arquitetura esportiva, reafirmou a importância de dimensionar adequadamente os diversos formatos que envolvem um estádio esportivo. Por último, o arquiteto Carlos Dellacosta trouxe para o público presente, informações de relevância na hora de selecionar o local do evento.

Vejamos:

As três universidades citadas e envolvidas no evento tem entre seus cursos os de Design:

PUCPR

Desenho Industrial – Programação Visual
Desenho Industrial – Projeto do Produto

UFPR

Design

Positivo

Design – Projeto de Produto
Design – Projeto Visual

Isso sem contar cursos de Engenharias – pra isso os arquitetos vão precisar de muita engenharia – Artes, Turismo e várias outras que DEVEM ser aproveitadas da mesma maneira que arquitetura num evento deste porte. E olha que nem olhei os cursos de pós oferecidos por elas e que sabemos também existem em Design.

No entanto, não se vê movimentação alguma por parte das IES e das coordenadorias de cursos de Design, (produto, grafico, interiores, etc) destas e de outras IES, para inserir nossa área dentro do todo que comporá o projeto final de adequação da cidade de Curitiba às necessidades reais que este evento impõe.

ASBEA, claro, vai tentar fechar ao maximo o acesso de outras áreas à “essa bocada” em benefício umbigusta aos seus associados e nem tanto à importância do evento em si. Jajá aparecem IAB também na parada.

Portanto, creio que nossos amigos Designers, Engenheiros, Turismólogos, Artistas, Light Designers e vários outros devem começar a se movimentar para evitar que isso – projeção ou $$ – sejam aproveitado por poucos quando na verdade deveria ser um bem de TODOS.

E não digo apenas aos de Curitiba não, afinal o Estado todo tem profissionais qualificadíssimos nessas áreas e que certamente poderão contribuir em muito para isso.

Fica aqui o alerta a todos os profissionais de todas as cidades que serão sede da copa 2014.

Fica aqui também, mais um protesto meu contra panelinhas e movimentaçãoes tácitas e falaciosas de alguns grupos.

Distribua

Desenhistas de nada

Hoje enquanto almoçava, assistindo a TV vi uma triste passagem no quadro Vídeo Game. Dois casais foram chamados da platéia e as meninas teriam de fazer uma “tatoo” com canetinhas nos meninos. O tema escolhido foi TUBARÃO.

Foi de doer o resultado da brincadeira. Lamentável mesmo.

O que ficou claro ali e que facilmente percebemos no dia a dia no contato com alunos é que a educação de hoje em dia simplesmente vem destruindo qualquer capacidade de desenho que possa existir nos alunos. E a informática tem muita culpa nisso tudo.

Tanto em uma quanto na outra a visível falta de referências gráficas e pictóricas ficou claramente visível. Nenhuma foi capaz de expressar nem ao menos a conhecidíssima barbatana dorsal. Para piorar, tentaram desenhar o bicho inteiro.

 

Me lembro que no meu jardim de infância as professoras nos ensinavam a desenhar peixinhos usando como referência a letra L minúscula. Era fácil e ali aprendíamos que era possível intentar o peixe que quiséssemos.

Depois outras formas básicas nos eram ensinadas: nuvens, árvores, casinhas e pessoas “de palitinhos” e mais uma infinidade de formas que nos levaram facilmente a soltar o traçado, o risco, a mão.

A semiótica nos apresenta o mundo – que o vemos gráfico – de forma escrita e também por símbolos simples como o desenho simples de uma cadeira. Porém o que se percebe é que tanto os elementos da semiótica como, principalmente o de desenho parecem estar desaparecendo da educação.

É uma constante nos fóruns de Design e Arquitetura postulantes ao curso perguntando se tem de saber desenhar a mão. E a paúra dos THEs – as medonhas prévias?

A maioria opta por gráfico porque “tudo é feito no computador”. Alunos de séries iniciais reclamam quando o professor pede trabalhos à mão e, não difícil acontecer, alguns insistem em entregar os trabalho feitos no PC.

Muitos quando tentam entregar algo feito à mão deixam claro seu protesto e entregam trabalhos mais parecidos com garatujas.

O que acontece com o desenho?

Onde foi parar o desenho?

Onde foi parar a sensibilidade da análise, estudo e observação das formas, das referências, das estruturas?

Onde foi parar a capacidade dos professores do ensino de base em ensinar ao menos o básico do desenho?

Onde foi parar as garatujas que o ser humano foi um dia capaz de fazer?

Teremos de voltar à pré-história e, como primatas ainda não desenvolvidos, começarmos tudo do zero?

Será que é preferível agir como o Pequeno Príncipe e a sua “cobra que comeu o elefante”, diante dos clientes?

 

Distribua