Vale X Vitelli – pl

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

vitelli.jpg

Mário Cardoso soltou a bomba via Twitter. Alguma lembrança?

[update]

 Estou providenciando para amanhã uma entrevista com um profissional de marcas e patentes, para exclarecermos tal situação. Convoco todos os leitores do dG+DESIGN-SE a me enviar perguntas até as 18h de amanhã para que eu as faça durante a entrevista. 

[update] 

Bem que podia ser a marca da vez no jogo, mas infelizmente não é.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Distribua
  • euahueahuehauehauehauehauehauehauea…. Lamentável!!!.. E o símbolo é IDENTICO.. não eé nem apenas SEMELHANTE!!!

    Ridículo!!!

  • Gente, pelo amor de Deus!!! Isso é especulação! Lógico que uma empresa do tamanho da Vale não ia plagiar… a Vitelli está querendo ganhar nome em cima da Vale!

    Eu sou design e se vocês pesquisarem o símbolo da Shell, vai ter milhares de empresas com a marca parecida!! Antes ou depois de ser criada.

    O que diferencia a marca é a identidade e valores da empresa sim!! Tanto que a Vitelli só apareceu agora, depois que a imagem da Vale ajudou!!!

    Vamos cair na real!

  • Paulo Roberto, muito obrigado pelo link da matéria. Estou providenciando para amanha uma entrevista com um profissional de marcas e patentes, para exclarecermos tal situacao. Convoco todos os leitores do dG+DESIGN-SE a me enviar perguntas até as 18h de amanha para que eu as faça durante a entrevista.

  • Você é DESIGN? deve ser uma gatinha hein? puro design…
    engraçado é que seu comentário me pareceu algo de aspirante a designer… ou a marketeiro.

  • Fátima, você é DESIGN? Como algum “design” tem coragem de passar por aqui?
    Fátima, posta um “designer” de marca feito por você.

  • Bomba 2, a missão!

    Segundo comunicado distribuído aos meios de comunicação, a Vitelli acionará judicialmente a Vale. Leiam o comunicado, na íntegra, abaixo:

    COMUNICADO
    Como já é de conhecimento de todos, desde ontem os principais veículos de comunicação do país informaram sobre a semelhança da identidade visual entre as logomarcas da empresa de calçados Vitelli, situada na cidade de Franca, em São Paulo e da Vale, nova identidade da Companhia Vale do Rio Doce.
    A Vilage Marcas e Patentes vem, por meio deste comunicado em nome da Vitelli, informar que tomará as devidas providências no âmbito judicial em relação a semelhança das logomarcas.
    Informamos ainda que a Vitelli possui o pedido de registro sob número 825.079.721, referente a marca VITELLI, na forma mista, acompanhada da logomarca em questão, requerida junto ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) em 04 de dezembro de 2002.
    Além disso, a Vitelli reveste-se das garantias legais sobre a logomarca, asseguradas pelo Direito de Autor (Lei nº 9.610/98), independentemente de registro.
    Sendo assim, mesmo as duas empresas atuando em ramos diferentes, a identidade visual do logo da Vitelli tem seus direitos protegidos anteriormente.

    Atenciosamente,

    THIAGO GUIMARÃES
    Assessor de Imprensa
    (17) XXXX-7018
    VILAGE MARCAS E PATENTES

  • Para Fátima : Queria ver se vosse tivesse uma empresa com uma marca e aparecesse uma outra empresa com uma marca igual a sua, se você ia ficar na sua!!!

    Me desculpe, mas nesse caso eu não acredito que tenha sido pensamentos iguais.. Designer responsável foi infeliz nessa!!

    Valew.
    Davi Moreno

  • Vejam isso!
    http://www.revistapublicidad.com/index.asp?InCdMateria=11070&InCdEditoria=26

    A Vale no ranking das empresas mais valiosas…
    Mudança positiva
    Para Zogbi, o novo nome e logotipo da Companhia Vale do Rio Doce, que agora se chama Vale, terá impacto positivo nos negócios da companhia, apesar de não ser um negócio com foco no consumidor final.

    Apesar dos números analisados serem referentes ao ano de 2006, a mudança de nome recentemente anunciada pela companhia impulsionou a posição da mineradora, que apareceu no ranking pela primeira vez. Vejam o que falaram…

    “Nos lucros, o impacto deve ser pequeno. As pessoas procuram comprar minério de ferro não tanto pela marca, mas pelo preço e pela qualidade do minério”, diz. “Mas acreditamos que será positiva, tanto que ela estreou no ranking este ano”, afirma.

  • PARA DAVI:

    igual?? Parecida tudo bem… mas você já visitou o site que compara as logomarcas que são parecidas? Algumas até de países totalmente diferentes!!

    O “V”, coração…. verde e amarelo não é patente de nenhuma empresa… são símbolos universais! E as cores representam o país…

  • Concordo com a Fátima!
    A Vitelli realmente está querendo aparecer. Gente quem é Vitelli, perto de uma Vale do Rio Doce…vcs já ouviram falar dessa marca em alguma lugar?..e a logomarca se prestarem a atenção é muito diferente, não é idêntica e o setor de cada empresa são distintas. Se liga Vitelli!!..vão gastar dinheiro a toa.

  • Pessoal, por serem empresas de ramos diferentes, e as marcas nao serem exatamente identicas, nao deve dar problema quanto ao registro da marca, visto que o da Vitelli ainda esta sob pedido.
    O fato de terem elementos parecidos passa a ser um problema de direito autoral, atingindo diretamente os designers. Mas como nao sao elementos exatamente iguais, pode ser que a VALE reventa a situacao facilmente. Publicarei um exclarecimento de um escritório de patentes, contando sobre os registros de marcas, os direitos autorais e o posicionamento deles perante o caso.

  • gastar?
    vão é ganhar…
    seja em publicidade espontânea e gratuita….
    ou em algum processo judicial…..

    creio que isto deve se finalizar em acordo judicial, em que as duas não interfiram nos nichos de mercado da outra, e a Vale desembolsando uma boladinha pra Vitelli….
    a Vitelli ganha de qq maneira.
    e a VALE, que pode ter caído de gaiato nessa, vai perder um pouquinho….
    mas que vai ter um diretor de arte, ou se pah toda uma equipe de criação perdendo o emprego….ah vai…mas eles encontram outro….certeza que sim.

  • Hummm… acho que estamos perdendo a oportunidade de discutir algo que realmente seja do nosso interesse… No meu ponto de vista, imaginar que os designers responsáveis pela nova marca da Vale tenham plagiado, se inspirado, ou qualquer coisa que o valha em relação à Vitelli é uma conclusão, no mínimo, rasa. Contudo, a semelhança é inegável. O ponto que eu gostaria muito de ver em discussão é o valor do DESIGNER. Quanto receberam os responsáveis pela marca da Vale? E da Vitelli? A execussão do logo da Vitelli denota certa precariedade, mas há algo nele, há um conceito. Já a marca da Vale foi bem executada. Mas e o conceito? Independente do que disse a diretora de comunicação da Vale, a coisa toda me pareceu primária demais… E então, quanto vale o logo?

  • Gente, o que aconteceu foi uma infeliz coincidência…acredito que a VALE, junto com o escritórios de design, fizeram uma busca prévia no INPI, talvez só na categoria em que a empresa se enquandre (calçados não concorre com mineradora);

    Agora, algo que ninguém citou, e já ESQUECERAM (depois que acharam a marca Vitelli) é a SEMELHANÇA SUBLIMINAR E EMOCIONAL….que será demonstrada ao longo destes 4 anos de gestão de Branding da VALE….

    Agora, como fica a ÉTICA PROFISSIONAL, diante do fato dos criadores da marca VALE serem os mesmo criadores da personalidade da marca e gestão de branding do Banco Real?
    Seria um bom tema para discutir num blog dedicado ao design e aos designers….(procurei no Codigo de Ética Profissional da ADG, mas não achei um artigo que se encaixe nesta questão)

    Gostaria de saber ainda qual seria a justificativa dos criativos sobre o fato de passar a aplicar na VALE, todo o conceito e imagem já construído e consolidade pelo Banco Real (durante tantos anos)? Acontecendo exatamente no mesmo momento que o Banco Real é vendido e sua marca deixará de existir daqui 3 anos?….Pois é exatamente o que está parecendo… afinal saiu do mesmo forno, e tem a mesma forma, sabor, aroma… e parece ser uma receita de sucesso extremamente rentável!!!

  • É Carlinha, seria um caso de “design fórmula”?
    Eu cheguei a viajar numa história muito louca que divido com voces. Imaginem comigo:
    Como o designer-autor da marca da Vitelli ainda nao apareceu, e o caso ta saido da esfera registro de marca e indo pro direito autoral…
    Vamos imaginar que num passado distante, um determinado designer faz “uma marca que se assemelha a um chapeu de palhaço de cabeça pra baixo”.
    Passados alguns anos, esse mesmo designer, muito mais experiente hoje, faz parte da equipe de um grande escritorio de design de marcas. Como aquela marca lá do passado “que se assemelha a um chapeu de palhaço de cabeça pra baixo” nao alcançou a notoriedade depois de todos esses anos, ele resolveu utiliza-se da mesma “grande sacada” na hora de representar uma outra marca, no caso uma marca de uma grande empresa.
    Imagina que coincidência mórbida!! Haha!

  • (risos) caro armando no minimo comico isso heim
    mais depois de tantas igualdades e tudo mais
    nada pode ser descartado heheehh
    vlw abraço

  • hahah viajei né Edy?
    Imagina os desdobramentos…nao apenas ter sido feitos pela mesma pessoa, utilizando-se da mesma “bossa”, mas a reutilização de um projeto academico antiiiiiigo, ou projeto nao-concluído de um colega, etc, etc, etc…

  • Armando (risos) boa essa!.. Será? Só tem um problema: é que se for verdade…ele não estará mais vivo pra contar a versão dos fatos…hahaha

    Devem ter achado genial: aplicar o mesmo branding do Banco Real (ainda atual cliente deles) só que com uma carinha diferente…e se deram mal…isso é a web 2.0!!!

    Agora voltando ao que eu coloquei, isso não seria caso de falta de ética profissional? é como ganhar 2 vezes pelo mesmo trabalho!!! sendo que o “defunto” ainda nem foi enterrado…que falta de respeito!!!

    Ps: mandei o mesmo comentário ontem para o Clube Online (mas pedindo para eles entrarem em contato com os criativos da marca Vale para versão dos fatos – pois eles publicaram o depoimento da VALE)…e agora acabaram de liberar: http://www.ccsp.com.br/ultimas/noticia.php?id=28802#bottom

  • Gente, pra quem não viu o video de apresentação da VALE no ultimo domingo (2) veja agora no you tube
    http://www.youtube.com/watch?v=l7-ER_z-RlA
    Se alguém notar mais semelhança (eu diria aí sim cópia) da marca Vitelli, não é mera coincidência…as pessoas do vídeo desenham o rought da marca VALE…só que o rought é o símbolo da marca Vitelli.
    Ps: Armando, estou enviando a img por e-mail para vc postar depois…

  • Todas a opiniões são importantes para o debate, mas os aspectos mais relavantes para o caso são os jurídicos. Nesse caso, pouco importa o que significa a marca, o que importa é a identidade visual final. O princípio da especialidade das marcas permite que marcas iguais convivam pacificamente no mercado, desde que para produtos ou serviços q não tenham qualquer relação. Essa é a regra geral. No entanto, essa regra tem exceção, no caso de logotipos e palavras que não são de uso comum, aqueles q são realmente inventados. É lógico que um “V” é de uso comum, mas não o “V” com aquela estilização específica. No caso de segmentos de mercado diferentes, mas onde é uma nítida reprodução de arte aplicada (logotipia), mesmo que sem intenção (nada impede q 2 pessoas criem algo semelhante), o entendimento jurisprudencial caminha para o que chamamos de “aproveitamento parasitário”. Isso é oriundo da jurisprudência dos EUA, se não me engano, mas faz mto sentido, não por criar “confusão” no consumidor”, mas porque pode gerar “associação” na cabeça do consumidor. O INPI também pode acatar esse entedimento e indeferir o pedido de registro da marca da Vale. Até aqui estamos falando de Marca. Se partirmos para o Direito Autoral a coisa pode ficar feia e implicar em crime previsto no Código Penal. O autor (pessoa física) terá legitimidade para adotar as medidas cíveis e criminais previstas em lei, assim como o titular dos direitos autorais patrimoniais no caso de cessão (aí pode ser a Vitelli, pessoa jurídica).
    Postei atrasado, mas antes tarde do que nunca.
    Abs,
    Arthur

  • Áh, não me identifiquei. Sou advogado (óbvio, né…), especialista em propriedade intelectual, com foco em marcas e direito autoral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *