Design de Interiores: transportes

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Já fazia algum tempo que eu vinha querendo escrever sobre isso mas com a correria do dia a dia sempre acabava deixando pra depois. No entanto, em um debate com o Foster num outro blog o assunto acabou por ficar mais importante.

Falo sobre áreas de atuação em que o Designer de Interiores/Ambientes pode atuar e que a grande maioria não faz a menor idéia da existência das mesmas. Interiores de meios de transportes.

No começo do ano quando estive no litoral de São Paulo conheci uma designer que trabalha exclusivamente com interiores de embarcações. Ela começou a me falar sobre o trabalho e garanto: é encantador ao mesmo tempo que é um desafio dos grandes.

Deixando de lado a questão financeira envolvida (que é o sonho de qualquer designer) pensemos na parte técnica envolvida. Um iate ou um transatlântico são meios de transporte que necessitam sim de projetos muito específicos especialmente pelas pequenas dimensões dos ambientes. Isso também ocorre com outros segmentos: aviação, carros, ônibus, trens, metrôs, caminhões enfim, muitas possibilidades de atuação.

Dentro desta área voltada para o transporte, o trabalho do designer de interiores vai ter muita base no desenvolvimento de mobiliário específico. Ergonomia e acessibilidade serão sempre elementos primordiais neste trabalho. E, claro, não podemos deixar de levar em consideração as outras normas técnicas envolvidas, especialmente as sobre segurança.

Texto completo: http://paulooliveira.wordpress.com/2008/05/26/design-de-interiores-transportes/

 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Distribua

6 comentários

  • Realmente, é um baita desafio... estou para começar um trampo com design de ambientes, mas de salas de comando, em locais fabris. Será realmente demais conseguir aplicar conceitos mais abstratos que temos na faculdade em algo tão "engenheiristico" como uma sala de comando... mal posso esperar!
  • Iluminado Paulo Oliveira, O seu texto realmente aborda o que é Design de Interiores e que no nosso Brasil varonil não é tocado profundamente em nenhum curso. Essa área profissional exclusiva do Design, envolve a parte de "dentro" da área profissional de Transportes, que abrange Design Automotivo, Naval, Ferroviário e Aeroespacial, pouca gente se dá conta que isso é um fator preponderante para a venda do veículo, pois o cliente sente na "pele" o trabalho nosso e deixa a menina dos olhos toda ouriçada!!! Eu digo que os Engenheiros tem 50% de responsabilidade nos projetos dos veículos e nós Designers, temos os outros 50%, sendo que o nosso trabalho suplanta geralmente os dos Engenheiros no computo geral, por que o nosso trabalho é que faz a venda real, a escolha pelo cliente ou a escolha da empresa operadora. Na minha especialidade, tenho certeza que o interior de uma aeronave é que faz a "cabeça" do proprietário ou operador, fora o Design da aeronave em si, que deveria ter a participação do Designer na sua concepção e infelizmente ainda não ocorre hoje no nosso país , por causa da nossa legislação aeronáutica, pressão de profissões limítrofes e a nossa falta de regulamentação. O Designer é proibido de tocar em uma aeronave homologada no nosso país, mas se um escritório ou profissional vier do exterior, pinta e borda e a nossa legislação não faz nada !!! Os Designers, desenham as aeronaves em conjunto com os engenheiros aeronáuticos nos EUA, EUROPA e etc e só neste país, pela nossa legislação, não podemos nem chegar perto de uma aeronave sob risco dela perder a sua homologação, ou seja, não pode mais sair do chão! Esse é mais um motivo de fazer a regulamentação para vencer essas barreiras legais que só o nosso país tem. Isso ocorre principalmente para o Design de interior da aeronave. Nós Designers, devemos ser reconhecidos como profissionais habilitados para trabalhar com aeronaves homologadas ou não, pela ANAC e portanto receber a nossa homologação como Designers , da mesma forma que os Engenheiros e técnicos aeronáuticos. Isso está me impedindo de exercer a minha profissão neste país, que aí sim Sr Paulo, é Inconstitucional! Estão impedindo a nós profissionais de trabalhar em aviação. Lanço aqui neste site minha reclamação junto aos orgãos aeronáuticos homologatórios deste país para esse problema. Como meus colegas podem ver, estamos comendo môsca, por não reclamar pelos nossos direitos profissionais. Estou impedido de fazer interiores aeronáuticos, pelo simples motivo que nossa legislação não reconhece o nosso trabalho, mas deixa que o pessoal de fora trabalhe sem empecilhos. Realmente brasileiro não é considerado em seu país e nem respeitado pelos seus conterrâneos! E aí ficamos nessa nossa bananosa!!! Abraços para todos! Foster.
  • "Lanço aqui neste site minha reclamação junto aos orgãos aeronáuticos homologatórios deste país para esse problema." [2] Não só neste sentido Foster, mas sim a todos aqueles que trabalham e elaboram a legislação deste país. Nossa Regulamentação faz-se extremamente necessária!!! Li alguns comentários seus em outros posts e vejo que realmente estamos certos quanto à falta de união dos Designers em juntar forças para lutar por isso. Talvez porque grande parte estão comodamente felizes com seus trabalhinhos "meia-boca" que dá pra sustentar suas vidinhas e não conseguem pensar grande, num futuro melhor a mais amplo. Talvez porque, como diz Aline Durel no Terça Insana: "Pensar dóóóóóóóóiiiii..... Me deixem ser buuuuuuurraaaaaaaaaaaa!!!!" E qualquer envolvimento mais sério vai dispender este "pensar" e isso provoca urticárias em muitos... sem contar a preguiiiiiiiiiiiçaaaaaaaaa... Porém vamos em frente, firmes e fortes!!! E de cabeça erguida! Pois estamos lutando uma causa justa e da maneira correta e dentro da lei, ao contrário daueles que estão lutando contra a nossa regulamentação Saudaçoes!!!!
  • Humm, gostei do assunto do post, super interessante ter abordado isso, só soma para a nossa carreira. EStou cursando desingner de interiores pelo IESB em BRasíia e estou super feliz com a importancia que a faculdade da ao nosso curso e a nossa profissão e é em cantinhos como esse da web que eu me sinto inspirada e empolgada a sempre continuar em frente. Parabéns pelo blog, sempre estarei aqui acompanhando. Abraços.
  • Eh situação, o design crescendo, agora é só haver cada vez mais profissionalização que a coisa anda. Uma excelente forma de se alcançar tal profissionalização é fazendo o curso superior no IESB. Vale a pena conferir.