Julian Beever em Curitiba

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Talvez vc não conheça pelo nome, mas com certeza já cruzou com o trabalho dele por algum powerpont da vida, mas caso esteja em Curitiba pode cruzar com ele no trajeto pro trabalho, na praça Rui Barbosa (isso se Beever já não tiver destruído a peça, pq ele tem essa coisa Jum Nakau de discussões sobre a efemiridade)

Ele está no Brasil bancado pela Passport em uma campanha que parece querer reforçar a hegemonia da marca de bebida no sul do país, que dizem por aí, é de 74% do “market share” (sinceramente acho que fica pequeno pra Passport se considerar os red/black label que vem do paragua, mas quem sou eu pra dizer?…)


O lance é que ver o cara trabalhando é bem interessante, ele mantém uma máquina fotográfica parada que regula o ângulo de visão que será gerado pela ilustração, no meio do caminho utiliza gravetos e outras coisas para traçar as linhas da perspectiva distorcida, a coisinha na mão dele é um pastel seco, cara, quem já trabalhou com pastel seco sabe a chatice que é, agora imagina no chão e com perspectiva Coisa fina.



Essa eu tirei com a minha câmera encaixada no visor da que ele usa, ficou uma porcaria, mas dá pra sacar a idéia.

Cara, é claro q já respeitava muito esse trabalho, mas agora ficou muito louco pra mim. Mais interessante tb é o efêmero. Totalmente. Mesmo eu q costumo conversar com as pessoas sobre os trabalhos e tal, tentar me aproximar sem idolatrar (demais) a galera, só fui lá, dei uma olhada, conversei com o povo, bati umas fotos e já era.

Parece que essas fotos nasceram mesmo pra viver num*.ppt *.pps, e sinto q é isso mesmo que o Beever quer.

Ou não.

PS:. Mariana e Ana Paula (se minha memória não me trai). Os caras escolhem bem as gurias pra recepcionar a galera, simpatia e gente finismo classe A. (não galera, não é xaveco)


mas como sempre, ou não…

PS2:. Felix Varejão no auxílio revisionário

PS3:. Alguns links que achei (isso significa, o Varejohn achou) com a passada dele por POA

Flickr desse cara (não, eu não conheço), o famoso Uêba. Se tiverem mais mandem nos comentários.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Distribua

9 comentários

  • Não sabia que ele estava no Brasil. Gostaria de acompanhar ao vivo ele trampando. Sempre quis saber qual é o seu método. Eu uso barbante para trabalhos semelhantes, mas é claro, não é muito preciso. A tecnologia digital, sem dúvida, é o grande diferencial.
  • Sem dúvida nenhuma que o foco principal deste trabalho são as câmeras. Daí pra circular na net em pps é um pulinho. Anamorfose não dá um efeito legal ao vivo por causa do lance da visão estereoscópica. Precisa olhar com um olho só, e posicionado exatamente no ponto de vista previamente escolhido, senão fica meio distorcido.
  • No caso dele tava usando essa camera q aparece do lado esquedo da foto http://design.com.br/blog/wp-content/uploads/2007/12/cur12-6.JPG Anamorfose... não conhecia o nome, minha desculpa esfarrapada é de q sou produtero.
  • Conheci o site design.com.br faz pouco tempo e desde então passei a acompanhar os artigos postados. O comentário que faço agora vale para o site em geral e não desmerece o conteúdo: que tal adotar um revisor de português antes da postagem? Alguns equívocos de grafia são medonhos e só empobrecem o uso da nossa língua. Abraços.