Você tem cuidado bem do seu portfólio?

Como é avaliado o Curriculum de um DesignerÉ com essa imagem que eu quero começar um assunto muito importante na carreira de qualquer designer, não importa se ele já se consolidou ou se está na faculdade, se é diretor de arte ou estágiário. O portfólio do designer é tudo que ele tem. Mas afinal, você tem cuidado do seu portfólio? Mais ainda, você sabe o que é um portfólio?

Na wikipédia o verbete portfólio é definido assim:

Um portfólio ou portefólio (ou ainda porta-fólio) é uma lista de trabalhos de um profissional ou empresa. O portfólio é uma coleção de todo o trabalho em andamento na organização relacionado com o alcance dos objetivos do negócio. […] Consiste nos trabalhos que estão em andamento na empresa, estejam estes trabalhos relacionados de alguma forma entre si ou não. […] Em última instância, deve haver um portfólio abrangente para a organização como um todo.

O negócio começa a ficar sério quando você busca o mesmo verbete no dicionário. Veja a definição que consta no Aurélio:

s.m. (pal. ing.) Pasta flexível para guardar ou transportar papéis, documentos, fotos etc. / Álbum ou pasta, de folhas soltas ou não, com material em geral fixado (p. ex., leiautes de publicidade, fotos, trabalhos de um artista) para apresentação a outra pessoa (p. ex., clientes, editores, agências de modelos). / Fin. Carteira de títulos e/ou ativos fixos. (Forma port. pref.: portafólio.)

Sim, meus amigos, portfólio não é apenas o seu website pessoal com os trabalhos que você considera mais legais. Ele vai muito além disso e sua importância vem sendo deturpada. As possibilidade são infinitas. Ter um site com os jobs mais bonitos é apenas uma pedra da coroa que a sua carreira profissional. Existe alguns profissionais, muitos amigos meus entram nessa lista, que atualizam o seu portfólio a cada seis meses, muitos ainda esquecem dos seus e eles ficam abandonados as vezes mais de um ano.

Existem muitos tipos de portfólios vamos definir alguns deles:

Portfólio on-line – O mais usado atualmente. É fácil de gerenciar e devido as grandes quantidades de ferramentas gratuitas tem um desses já deixou de ser um mistério. Aqui você uma lista de serviços gratuitos de hospedagem de portfólios. Sua vantagem é permitir múltiplas visualizações simultâneas, não sofre deterioração do tempo e não tem limites geográficos. Atualizar também não é um problema sendo praticamente instantâneo. Suas devantagens é a sua frieza e a falta de diferenciação, por ser tão comum ter um desses é praticamente obrigatório.

Portfólio impresso – A forma mais tradicional de se apresentar os seus projetos. Um impresso bem apresentado, com capricho criatividade e ousadia garante ao designer uma boa dose de profissionalismo e impacto quando for lidar com um  cliente/empregador. Audácia é quase uma obrigação. Não vale mais uma pasta com plástico transparente com folhas em a4, isso já caiu em desuso. A desvantagem é o seu alto custo e a deterioração pelo tempo, atualizar também gera um custo.

Portfólio impresso econômico – É nesse que você deve investir o seu tempo e toda a sua criatividade. Você sabe não pode deixar na mesa de todos os clientes/empregadores uma versão do seu caríssimo portfólio, a menos que você queira trabalhar apenas para bancar isso, mas você não quer ser esquecido. É necessário deixar alguma coisa pra ele entrar em contato. Você pode até deixar um cartão de visitas mas saiba que certamente ele vai parar junto com uma pilha enorme de cartões iguais ao seu. E agora? É ai que entra os portfólios impressos econômicos. Para esse não existe regra. Impacte, surpreenda ou seja útil, a idéia é não esquecido. Ele tem que segurar e pensar “nossa, isso é muito legal!”. Vale calendários com dobraduras interessantes, porta-trecos, joguinhos, quebra cabeças, marcadores de livro, ou um case de CD (se o seu projeto requerer). Você vai mostrar seus trabalhos, contato e nome quase que subliminarmente. Dá pra mostrar qualquer trabalho nesse tipo de peça desde layouts, prints de sites, fotos de produtos e etc.

Curriculum – Sim, também é uma forma de mostar o seu trabalho. É arcaico e no meu ponto de vista obsoleto (é fácil mentir ou exagerar nele). É o mais formal e super necessário para iniciar um processo de seleção. Para o designer ele não é muito essencial, mas não pode ser esquecido. Jamais! Os não-designers precisam dele.

Lembre-se, o designer não é limitados à regras. Para nós, saber o momento certo quebrá-las é o nosso diferencial. Os exemplos citados não param por aqui. A criatividade é o limite. Sugira sempre uma nova forma de surpreender, saiba a hora de seguir e de fugir das tendências.

Você agora já sabe de fato o que é um portfólio e viu alguns exemplos mais usados. Dê a ele a atenção devida. Ele é a sua identidade profissional. A sua cara no mercado. Quando te citarem é o seu portfólio que ela vai mostrar. Separe sempre um tempo para repensar e melhorar. O retorno virá mais rápido do que você imagina!

5 respostas para “Você tem cuidado bem do seu portfólio?”

  1. Essa agora é nossa realidade, teremos que voltar a época em que as pessoas dominavam varias escolas, fulano de tal era cientista, físico, matemático , astrólogo, medico, biólogo, historiador, geologo e etc…

    quando eu era pequena a uns 13 anos atrais, se uma pessoa conseguisse terminar o ensino médio ela teria mais chances de conseguir um emprego do que hoje, antes mesmo que eu terminasse minha 8° série, as chances de uma pessoa conseguir um emprego apenas com o nível médio apertou, agora precisaria de ter o 3° grau para haver um desempate na escolha dos funcionários, quando eu terminei o nível médio, só a faculdade já não bastava, agora a pessoa teria de ter um curso de extensão” uma pós- graduação pelo menos” entrei na faculdade e mal estou na metade do meu curso e o mercado agora busca pessoas que tenham não só uma pós-graduação como também um doutorado, um mestrado ou um outro nível superior. Eu estou terminando meu curso e pretendo fazer uma pós e tambem fazer uma outra graduação, agora me pergunto… será que quando eu terminar de fazer tudo isso o mercado de trabalho vai me querer? porque eu ja não estarei tão nova assim, e agora a moda é contratar funcionários novinhos. isso é um absurdo como eles pretendem encontrar um funcionário que una essas qualidades “novo e que tenha toda essa carga de aprendizado”?
    Nossa geração esta correndo, correndo e morrendo na praia, por isso tantas pessoas que tem qualificações para serem advogados, juízes, administradores e etc… estam exercendo atividades completamente diferente das quais foram formados. O mercado de trabalho esta sofrendo um inchaço de pessoas com qualificações e não consegue dar emprego para todas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *